VARIAÇÃO INTRAESPECÍFICA DO LENHO DE ALSEIS PICKELLI PILGER ET SHMALE DE POPULAÇÕES OCORRENTES EM DOIS SETORES DE UMA FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL

  • Glaziele Campbell da Silva
  • Guilherme Rodrigues Rabelo
  • Maura da Cunha
Palavras-chave: Anatomia de madeira, Plasticidade fenotípica, Mata do Carvão.

Resumo

O corte seletivo de madeira é responsável pelo surgimento de clareiras antrópicas nas florestas, causando mudanças microclimáticas as quais os organismos estão expostos. A anatomia comparada pode fornecer dados para estudos filogenéticos e de estratégias ecológicas de desenvolvimento e sobrevivência. Os objetivos deste trabalho são descrever, analisar e comparar a anatomia do lenho de indivíduos de A. pickelli (Rubiaceae) em dois setores de uma Floresta Estacional Semidecidual (Mata do Carvão). O material botânico é proveniente de dois setores da Mata do Carvão, com solo arenoso e clima sazonal, dentro da Estação Estadual Ecológica de Guaxindiba: Setor Explorado (SE) e Setor Preservado (SP) diferenciados em consequência das perturbações realizadas na região. Foram selecionados 5 indivíduos do SP e 4 do SE, as amostras foram coletadas a 1,30m do solo. Das seções obtidas nos sentidos transversal e longitudinal (radial e tangencial) foram montadas lâminas permanentes, e realizado testes histoquímicos. Para medições das fibras e elementos de vasos o material foi macerado. As descrições, contagens e mensurações celulares obedecem às normas do IAWA. O teste-T foi usado na estatística. Os caracteres qualitativos não variaram entre os setores. A espécie tem camadas de crescimento distintas, porosidade difusa; elementos de vaso solitários ou agrupados, placas de perfuração simples e apêndices; pontoações intervasculares pequenas, guarnecidas e alternas. As fibras são septadas com paredes delgada a espessa; parênquima axial raro ou ausente; parênquima radial uni ou multisseriado, heterogêneo, fusionado e células perfuradas de raio. A histoquímica indicou presença de cristais, amido e lignina. Quantitativamente as mensurações dos elementos de vaso e fibras apresentam em geral maiores valores no SE, sugerindo melhor ajuste as condições mais secas na área perturbada. As características anatômicas observadas no lenho de Alseis pickelli podem fornecer subsídios para a taxonomia da família Rubiaceae, gerar informações relacionadas ao meio ambiente e a área em questão e às respostas anatômicas ocasionadas pelos diferentes níveis de perturbação entre os setores.
Publicado
08-04-2013