DETERMINAÇÃO DA CREATINAFOSFOQUINASE-ISOENZIMA MB MASSA (CK-MB MASSA) E TROPONINA I (CTNI) EM CÃES (CANIS FAMILIARIS).

  • Millena Vidal de Freitas
  • Flávia Lopes Barretto
  • Felipp da Silveira Ferreira
  • Elisabete Sales Corrêa
  • Claudio Baptista de Carvalho
Palavras-chave: marcadores cardíacos, lesão miocárdica, cães

Resumo

Os marcadores cardíacos, sobretudo a CK-MB massa e a cTnI, tem demonstrado um papel essencial seja em cardiologia clinica ou cirúrgica veterinária ou humana, permitindo um diagnostico mais preciso e acurado nas lesões miocárdicas. O objetivo deste presente trabalho é fornecer informações sobre os marcadores cardíacos em tela em Medicina Veterinária, e aprimorar e obter informações sobre estes métodos laboratoriais não invasivos que permitem o monitoramento da integridade da célula miocárdica. O trabalho foi realizado com 60 cães admitidos no setor de Clínica Médica de Pequenos Animais do Hospital Veterinário da UENF. As amostras de sangue venoso foram coletadas e processadas no Hospital Veterinário, e foram encaminhadas para análise para o Laboratório Plínio Bacelar, onde a Troponina I e a CK-MB Massa foram avaliadas por ensaio imunométrico em fase sólida de quimioluminiscência, em equipamento Immulite® Turbo da marca Siemens. Os resultados foram analisados com programa estatístico GraphPad Prism (7) versão 5.00 for Windows (GraphPad Software) através dos testes de média e intervalo de confiança. A CK-MB massa apresentou média de 0,9418 ng/ml com desvio padrão de 1,277, enquanto a cTnI apresentou um valor médio de 0,074666667 com desvio padrão de 0,097. De forma prática, os resultados que podem ser transferidos às rotinas clínicas e laboratoriais são apresentados em intervalos de confiança (IC) para cada um dos biomarcadores estudados, a saber: cTnI: Média: 0,074ng/ml; IC: ± 0,024 (0,05 – 0,098 ng/ml); CK-MB massa: Média: 0,9418ng/ml; IC: ± 0,323 (0,6188 – 1,2648ng/ml). Este resultado representa que, em condições de normalidade, as amostras de cada um destes biomarcadores aferidos em cães com esta metodologia devem situar-se de acordo com as faixas supracitadas. Pelos achados, conclui-se que o kit de ensaio imunométrico por quimioluminescência turbo humano, pode ser utilizado na espécie canina para a avaliação quantitativa da Troponina I e CK-MB massa, estando os valores obtidos até o presente de acordo com a literatura consultada.
Publicado
10-04-2013