PRINCÍPIOS DE IMERSÃO EM JOGO FISICAMENTE INTERATIVO

  • Pedro Henrique Linhares
  • Luis Rivera
Palavras-chave: Jogos, imersão em jogos, Interação homem-máquina

Resumo

Os jogos são muito populares entre crianças e adolescentes. Os meios mais comuns de interação são o joystick, mouse e teclado. Entretanto, por serem pouco ergonômicos, surgiram outros meios de interação como por webcam. Nesses jogos, os movimentos do corpo são capturados por meio de uma webcam e com a ajuda da visão computacional, são tranformados em comandos para movimentação dos objetos no jogo. Sendo assim, esse trabalho apresenta os resultados preliminares do desenvolvimento de meios de interação por câmera para aplicação em um jogo fisicamente interativo. Para o desenvolvimento, utilizam-se as linguagens de programação orientadas a objetos C++ e python. Em conjunto com as bibliotecas OpenGL, para geração do ambiente virtual 3D, e OpenCV, para obtenção das imagens da câmera. A extração das características é realizada através da detecção das regiões de interesse na imagem que então se transformam em coordenadas de movimentação no ambiente 3D. No momento, mesmo ainda em fase de desenvolvimento, temos um ambiente 3D no qual através de uma câmera, capturamos movimentos de um objeto qualquer que possua cor vermelha e assim gera-se os movimentos do objeto virtual. Com isso, construiu-se as primitivas básicas para a captura de movimentos e imersão em ambientes virtuais. Baseado nessas primitivas, começa-se a desenvolver um jogo que forneça aos usuários uma forma mais atrativa de interação e proporcione um envolvimento maior do usuário no jogo.
Publicado
10-04-2013