CARACTERIZAÇÃO ANATÔMICA FOLIAR E HISTOQUÍMICA DE GENIPA AMERICANA L., RUBIACEAE OCORRENTE EM ILHAS FLUVIAIS DO MÉDIO INFERIOR RIO PARAÍBA DO SUL.

  • Vanessa Xavier Barbosa da Silva
  • Germana Bueno Dias
  • Maura da Cunha
Palavras-chave: Jenipapo, Microquímica, Mata enriquecida

Resumo

Desmatamentos contínuos nos últimos anos comprometeram as áreas do Domínio das Ilhas Fluviais do Rio Paraíba do Sul. Todavia, no curso médio inferior deste rio existe uma mata ciliar pouco explorada e com características da flora que antes recobria a região. Este trabalho tem como objetivo caracterizar a anatomia foliar e histoquímica do jenipapo, encontrado em margens e ilhas. Genipa americana, popularmente conhecida como jenipapeiro, é usada na medicina popular e como medicamento fitoterápico. Amostras de folhas completamente expandidas foram coletadas na área de mata de reflorestamento, fixadas e processadas de acordo com métodos usuais para microscopia óptica. O material fresco foi seccionado em micrótomo de mesa e os cortes submetidos a diferentes corantes: Safrablue para lignina e celulose; Azul de Comassie para proteínas totais; Vermelho de Rutênio para compostos pécticos e mucopolissacarídeos; Sudan IV para lipídios; e Dragendorff para alcalóides. Lâminas semipermanentes foram montadas em água glicerinada e observadas no microscópio óptico de campo claro (Axioplan ZEISS). As imagens foram obtidas com a câmera Cannon Power Shot A640 acoplada ao microscópio. Genipa americana apresenta folhas simples, opostas, pecíolos curtos e cutícula delgada. A epiderme é uniestratificada, com células tabulares e grandes na face adaxial, quadradas e pequenas na face abaxial. Apresenta uma camada subepidérmica uniestratificada com células pequenas. É hipoestomática com estômatos paracíticos. Tricomas tectores eretos, unicelulares e pluricelulares, unisseriados, de ápice agudo e paredes espassadas. Mesofilo dorsiventral com um extrato de parênquima paliçádico e 4 a 5 camadas de parênquima lacunoso. O pecíolo é circular com feixe vascular do tipo colateral e massas de feixes vasculares na região central; possui cristais de oxalato de cálcio. As características anatômicas e histoquímicas observadas na folha de Genipa americana podem fornecer subsídios para a taxonomia da família Rubiaceae, gerar informações relacionadas ao meio ambiente, à sua composição química e à área em questão.
Publicado
16-04-2013