ESTUDO ANATÔMICO DA ARCADA DENTARIA DE BOVINOS ABATIDOS NO MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES – RJ

  • Bárbara Ribeiro Duarte
  • Rafael de Paiva Nascimento Oliveira
  • Leonardo Torres Goulart
  • Rafael dos Santos Costa
  • Ana Bárbara Freitas Rodrigues
Palavras-chave: Odontologia, Anomalia oral, Bovino

Resumo

A avaliação odontológica é essencial para a manutenção da saúde bucal dos animais. As interferências causadas por anormalidades na cavidade oral podem interferir na saúde, no desempenho, temperamento e longevidade dos animais. Animais em constante manutenção apresentam melhor mastigação e digestão, aproveitando melhor o alimento. Diante desta situação, este trabalho objetivou avaliar e descrever as principais alterações dentárias encontradas nas arcadas dentárias dos bovinos. . Foram analisadas 62 mandíbulas de bovinos, mestiços, adultos, machos, oriundos de frigoríficos Estaduais do Município de Campos dos Goytacazes - RJ. Todas as peças ósseas foram preparadas pela técnica de maceração na Seção de Anatomia do LMPA/CCTA/UENF. Em seguida, as arcadas dos animais foram identificadas e cada dente foi avaliado quanto ao número, forma e posicionamento, e mantido em seus respectivos alvéolos. Todas as alterações dentárias foram caracterizadas e quantificadas em relação à faixa etária dos animais analisados e posteriormente foram catalogadas a fim de identificar as que mais afetam os bovinos da região. As alterações encontradas são raramente mencionadas na literatura. As causas, conseqüências e o tratamento dessas alterações são escassos e devem ser amplamente estudados. A principal patologia encontrada foi o diastema aumentado que pode levar ao acúmulo de alimentos e evoluir para uma gengivite. Em 20% das peças foi detectado diastema aumentado, sendo 66,6% entre o 3°Pré-Molar e o 1° Molar. A segunda maior ocorrência foram as fraturas, observadas em nove animas, sendo nove delas nos incisivos, duas nos pré-molares e duas nos molares. Outras patologias: resquício de alvéolo entre o 3° pré-molar e o 1° molar; retenção de dentes decíduos; anomalia numérica e axiversão também foram observadas. Atualmente, existem poucos trabalhos que contemplam dados referentes às variações anatômicas da arcada dentária de bovinos, por isso devem ser pesquisados, visto que a sanidade do animal como um todo depende da harmonia metabólica e da adequação dos processos digestivos, os quais se iniciam na boca.
Publicado
18-04-2013