SIMULAÇÃO NUMÉRICA DE PERFIS RESISTIVOS EM POÇO NA DETERMINAÇÃO DA INVASÃO DO FILTRADO DA LAMA DE PERFURAÇÃO EM RESERVATÓRIOS DE PETRÓLEO

  • Visney Belga de Oliveira
  • Antonio Abel González Carrasquilla
Palavras-chave: Camilla, Deise, Visney

Resumo

A perfilagem geofísica de poço consiste na medição de vários parâmetros físicos. Um destes parâmetros é a resistividade, a qual pode ser utilizada no imageamento da zona invadida no processo de perfuração, permitindo conhecer o diâmetro de invasão. Os perfis de resistividade registram as características elétricas das rochas, registrando um valor volumétrico ligado à matriz da rocha,e também os fluidos presentes nos poros das rochas, informações que permite definir as propriedades do reservatório Nosso trabalho propõe uma metodologia para se calcular a extensão do dano à formação causada pela invasão da lama de perfuração, por meio dos perfis resistividade. Assim, cada zona ao redor do poço apresenta um registro resistivo em profundidades rasa média e profunda, capaz de ser detectado pelas ferramentas dual de indução e laterolog. Logo, com o conhecimento do valor da resistividade profunda é possível inferir o valor da resistividade da zona não invadida, conhecida também como virgem. De posse deste valor, calculamos a extensão do dano, que é um dado muito importante como indicador do potencial econômico dos reservatórios de petróleo. Nesse trabalho foi desenvolvido inicialmente um logo estudo da invasão pela lama de perfuração e com esta interfere nas propriedades da rocha reservatório. Prosseguindo, demos ênfase às propriedades da lama e analisar como a variação destas interfere na invasão de sólidos e sua mobilidade durante a limpeza. Desenvolvemos um programa para plotar perfis, pelo qual poderei analisar os dados retirados de campo e dar continuidade com o trabalho. A utilidade desses perfis é que podemos definir através deles as propriedades das rochas em subsuperfície. Esse programa foi desenvolvido com o utilitário Python que é uma linguagem de programação de alto nível, interpretada e orientada a objeto. A identificação do dano à formação é uma das etapas fundamentais no processo de caracterização das litologias invadidas ao longo dos poços de petróleo. Uma das formas de conhecer a invasão da lama de perfuração é utilizando perfis geofísicos de poço, principalmente com os perfis resistivos.
Publicado
22-04-2013