SEQUESTRO DE CARBONO EM SISTEMA AGROSSILVIPASTORIL – PRODUÇÃO DE ALIMENTOS, ENERGIA E FIBRA.

  • Paulo F. M. Cavalcanti Filho
  • Sílvio de Jesus Freitas
  • Almy Jr. Cordeiro de Carvalho
  • Bruno Borges Deminicis
  • Henrique Duarte Vieira
Palavras-chave: fixação de carbono, sistema agroflorestal

Resumo

A integração entre espécies florestais, culturas agrícolas perenes e anuais, e pastagens designada por sistema agrossivipastoril é um sistema alternativo que possibilita a diversificação da atividade e o aumento da taxa de sequestro de carbono por unidade de área. O trabalho objetiva estudar as atividades agrossilvipastoris sobre o ecossistema e integrar estes resultados ao nível de degradação, à capacidade de regeneração e à probabilidade de reabilitação do meio ambiente. O delineamento experimental utilizado será em blocos casualizados com onze tratamentos e três repetições, com duas repetições de área. Para comparar as médias das variáveis avaliadas será utilizado o teste de Tukey a 5% de significância. Os tipos de sistemas a serem instalados são: T1.Cedro T2.Café solteiro T3.Pastagem de Braquiária brizantha + Leguminosa Cunhã T4.Lavoura de Milho T5.Lavoura de Cana de açúcar T6.Cedro em filas duplas + Café T7.Cedro em filas duplas + Milho T8.Cedro em filas duplas + Cana de açúcar T9.Cedro em filas duplas + Café + Milho T10.Cedro em filas duplas + Café + Milho + Pastagem de braquiária brizantha + Leguminosa Cunhã T11. Pastagem de Braquiária O projeto será implantando juntamente com a vigência da bolsa, que se iniciará no dia primeiro de junho de 2011. Espera-se que os resultados mostrem que o sistema agrissilvipastoril em comparação com o monocultivo consiga fixar maior quantidade de C, além de aumentar a produtividade da pastagem; viabilizar a pecuária leiteira, reduzir o uso de fertilizantes nitrogenados e conseqüentemente o custo de produção; aumentar a longevidade produtiva do ecossistema; melhorar as condições físico-químicas-biológicas do solo; melhor a capacidade produtiva do solo pela ciclagem de nutrientes; produção de madeira proporcionando a redução das extrações ilegais. Espera-se que o sistema agrossilvipastoril em comparação com o cultivo de cedro, cana de açúcar, milho e/ou pastagens consiga fixar maior quantidade de C, aumentar a rentabilidade e sustentabilidade das propriedades rurais, tornando-se opção para projetos de Mecanismo de Desenvolvimento Limpo - MDL.
Publicado
25-04-2013