NEMATÓIDE ENTOMOPATOGÊNICO HETERORHABDITIS SP. LPP30 (RHABDITIDA: HETERORHABDITIDAE) E OS FUNGOS NEMATÓFAGOS EM CULTIVO ORGÂNICO DE GOIABEIRAS

  • Anália Arêdes
  • Liliana Parente Ribeiro
  • Cláudia de Melo Dolinski
Palavras-chave: Nematóide entomopatogênico, Heterorhabditis sp. LPP30, Fungos nematófagos

Resumo

Os nematóides entomopatogênicos são importantes no controle biológico de insetos – praga, dentre seus inimigos naturais existem os fungos nematófagos, estes podem afetar negativamente a eficiência desses nematóides como controladores de pragas. Este trabalho tem como proposta isolar e identificar os possíveis fungos nematófagos parasitas do nematóide entomopatogênico Heterorhabditis sp. LPP30 presentes em um pomar de goiabeiras em conversão a orgânico, localizado em Campos dos Goytacazes, RJ. 10 amostras de 200g foram coletadas com trado em março de 2011. Pelo método de espalhamento de solo, foram retiradas 2g de solo de cada amostra e colocadas no centro de placas de Petri contendo agar-água 2%. Foram adicionados 5.000 juvenis infectantes (JIs) de Heterorhabditis sp. LPP30 e as placas foram incubadas à ± 25ºC no escuro. Após 10 dias, os fungos foram transferidos para placas com meio NA e mantidos a ± 25ºC no escuro. Para confirmar a patogenicidade dos isolados, foram retirados discos de 6 mm de diâmetro dos bordos das colônias mantidas em NA e depositados no centro de placas com meio agar-água 2%. Foram adicionados 200 JIs para determinar a percentagem de nematóides apreendidos. Dos dez pontos de coleta foram encontrados fungos nematófagos em cinco deles. Os fungos isolados apresentaram redes tridimensionais adesivas, portanto, podem ser fungos predadores. Dentre os fungos isolados, dois se destacaram: o isolado GO1 apresentou conídios com septo dividindo-o em duas partes, característica do gênero Arthrobotyrs sp., O outro fungo isolado, GO2, apresentou conidióforos simples e eretos, característica do fungo Dactylaria sp. Nos cinco pontos onde fungos foram isolados, aproximadamente 90 % dos nematóides entomopatogêncios existentes na área foram apreendidos e mortos por fungos nematófagos. O trabalho encontra-se em fase de andamento. Próximos passos serão identificação dos fungos nematófagos isolados e continuar avaliando a capacidade predatória deles no cultivo orgânico de goiabeiras.
Publicado
29-04-2013