AVALIAÇÃO DE POLIMORFISMOS DE NUCLEOTÍDEO ÚNICO NOS GENES P2X7 E TLR9 ASSOCIADOS À MANIFESTAÇÃO DA TOXOPLASMOSE CONGÊNITA EM CAMPOS DOS GOYTACAZES

  • Thaís Pacheco Soares
  • Alba Lucínia Peixoto Rangel
  • Annelise Maria Wilkem Abreu
  • Lílian Maria Garcia Bahia Oliveira
Palavras-chave: Toxoplasmose, SNP

Resumo

O Toxoplasma gondii é um protozoário intracelular obrigatório e a infecção por esse patógeno é geralmente assintomática em hospedeiros imunocompetentes. No entanto, pode causar infecções congênitas em fetos. Estudos genéticos têm fornecido esclarecimentos importantes sobre susceptibilidade a doenças infecciosas. Este estudo visa avaliar a relação entre polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs) nos genes P2X7 e TLR9 e manifestação clínica da toxoplasmose congênita. Um total de 48 binômios mãe-filho foram recrutados, sendo que até o momento foram coletadas amostras de sangue de 20 binômios que aceitaram participar voluntariamente do estudo. Após padronização para determinação do melhor método de extração de DNA, as amostras de sangue estão sendo submetidas à extração de DNA pelo método fenol-colorofórmio e o DNA extraído tem sido quantificado por nanodrop. Reação de polimerase em cadeia (PCR) tem sido feita para avaliar a pureza das amostras de DNA antes de iniciar a genotipagem. Exames sorológicos têm sido realizados por protocolo de citometria de fluxo in house. Os SNPs a serem avaliados foram selecionados por uso do software Haploview v.4.2. Apenas 42% dos binômios mãe–filho contatados aceitaram participar como voluntários no projeto e/ou atenderam as exigências para participação no mesmo. Os indivíduos tem tido suas amostras de DNA extraído pelo método fenol clorofórmio. O sucesso da extração tem sido inicialmente observado por géis de agarose que tem apresentado bandas consistentes e sem arraste, indicando que este método é um bom método para extração de DNA a partir de amostras de sangue total congeladas, e não somente frescas. Os mapas de desequilíbrio de ligação obtidos no haploview tem indicado a necessidade de se genotipar todos os SNPs selecionados devido os mesmos não estarem em completo desequilíbrio de ligação. O método de extração de DNA ideal para amostras congeladas foi fenol-clorofórmio. Os SNPs a serem tipados foram determinados. Intenciona-se aumentar o número de binômios para ao menos o dobro do que se tem até o momento de modo a obter um maior poder estatístico nas análises a serem feita a seguir.
Publicado
03-05-2013