EFEITO DA SAZONALIDADE NA QUALIDADE OÓCITOS BOVINOS SELECIONADOS PELO MÉTODO AZUL CRESIL BRILHANTE

  • Roger Cardozo Maia
  • Bruno Pena Carvalho
  • Carla Sobrinho Paes de Carvalho
  • Angelo José Burla Dias
Palavras-chave: Embrião, Produção in vitro, Coloração

Resumo

As mudanças climáticas ao longo do ano impõem às doadoras diferentes padrões nutricionais e ambientais que podem influenciar a qualidade dos oócitos e consequentemente os resultados da produção in vitro de embriões (PIVE). Assim, o objetivo do trabalho será avaliar a influência da sazonalidade na maturação in vitro (MIV) de oócitos selecionados pelo método do Azul Cresil Brilhante (ACB), um marcador não invasivo que permite identificar oócitos de maior potencial de desenvolvimento in vitro. Serão usados ovários oriundos de matadouro local para a obtenção dos oócitos. Esses serão selecionados por critérios morfológicos (Grau I e II), durante o verão e inverno. Após a seleção, os oócitos serão incubados em solução de ACB (26µM em meio 199) por 90 minutos, à 38,5 °C e 5% de CO2. Posteriormente os oócitos serão classificados em ACB+ (citoplasma azul – de maior potencial de desenvolvimento para MIVe PIVE) e ACB- (citoplasma não corado).Os dados serão avaliados pelo teste de qui-quadrado com 5% de significância, relacionando o número de oócitos corados ou não, com as duas estações do ano. Perspectivas Futuras O presente projeto será iniciado no mês de junho de 2011, quando os oócitos obtidos serão distribuídos aleatoriamente entre os diferentes tratamentos e submetidos à maturação in vitro. Os oócitos serão avaliados quanto a capacidade de alcançar a metáfase II através da coloração com orceína acética à 2%, outro grupo de oócitos será direcionado à fertilização in vitro para avaliação da taxa de blastocisto expandido em diferentes épocas do ano. Resultados Esperados Espera-se que no verão haja um predomínio dos oócitos ACB+ sobre os obtidos no inverno. Quanto ao número de oócitos que atingirão a metáfase II é esperado que oócitos ACB+ supere os ACB-. De forma semelhante é esperado que oócitos ACB+ resultem em maior taxa de blastocistos.
Publicado
03-05-2013