DESENVOLVIMENTO DE BRITADEIRA MÓVEL PARA REUTILIZAÇÃO DE RESÍDUOS DA EXTRAÇÃO E DA PRODUÇÃO DE ROCHAS ORNAMENTAIS (GNAISSES).

  • Cícero Vasconcelos Ferreira Lobo
  • Romeu da Silva Neto
Palavras-chave: Britadeira móvel, Aproveitamento, Rejeitos

Resumo

A economia do município de Santo Antônio de Pádua tem como uma das principais atividades econômicas a extração e o beneficiamento de rochas ornamentais, onde há perdas que chegam a 30% e 50% respectivamente. Como tentativa de minimizar e evitar os impactos ambientais causados por esses rejeitos, esse projeto se propôs a projetar e construir uma britadeira móvel, que tem a capacidade de processar os resíduos oriundos de todo o processo, ocasionando também uma melhoria econômica para a região. Para o desenvolvimento do projeto foi feita uma pesquisa exploratória, por meio de pesquisa bibliográfica em artigos, periódicos científicos, anais de encontros científicos, além de projetos desenvolvidos na cidade de Santo Antônio de Pádua. Em paralelo à pesquisa bibliográfica, foram feitas visitas técnicas à cidade de Santo Antônio de Pádua e entrevistas com empresários do setor na região. Esse trabalho foi feito com base em uma pesquisa-ação, que é uma metodologia para intervenção, desenvolvimento e mudança quando se trabalha em grupos, comunidades e organizações. O projeto está em fase de desenvolvimento, mas espera – se, com base nas pesquisas até então desenvolvidas, que o projeto tenha uma grande importância por se tratar de uma inovação tecnológica que modificará uma parte importante da produção (extração e beneficiamento) das rochas na região de Santo Antônio de Pádua. A britadeira móvel transformará os resíduos poluentes da extração e beneficiamento em material a ser utilizado na pavimentação de estradas vicinais da região. O projeto terá como resultado a minimização dos impactos ambientais e da disposição dos resíduos na região, a geração de renda complementar para os produtores com a transformação dos resíduos em sub-produtos comercializáveis, tudo isso acarretará na redução da poluição ambiental.
Publicado
24-05-2013