ACESSIBILIZANDO OS CONTEÚDOS DA ÁREA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA PARA INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL

  • Edleni T. Matos
  • C. C.S. Oliveira
  • E. B. Gonçalves
  • S. B. Santos
  • B. B. Vasconcelos
Palavras-chave: Ciências da Natureza, Deficiência Visual, Material Especializado

Resumo

Os conteúdos da área de Ciências da Natureza utilizam uma linguagem visual, em que figuras e gráficos são comuns. As atividades desenvolvidas na Pesquisa em Educação Inclusiva com Ênfase em Ciências da Natureza e Matemática: Elaboração de Material Didático Especializado e Formação Continuada de Professores referentes à elaboração de materiais didáticos especializados para o ensino de Ciências da Natureza têm o objetivo de acessibilizar essa linguagem aos alunos com deficiência visual. Os materiais didáticos especializados desenvolvidos para a área de Ciências da Natureza foram de dois tipos: material concreto e matrizes. O material concreto sobre genética, célula animal e célula vegetal foi confeccionado em Biscuit com a utilização de ímãs, velcro, tintas, verniz, cola e filó. As matrizes para a área de Biologia foram sobre: Esquema de planária; Na área de Química: Gráficos de ação do catalisador, reação exotérmica e endotérmica; Na área de Física: Gráficos de refração da luz, Lei de Snell e representação sobre espelhos esféricos e pressão. Foi realizado teste do material com 5 alunos cegos e 3 com baixa visão. Os autores Borges e Jensen (2002) destacam em sua pesquisa que a compreensão dos diversos temas abordados em aula é ainda mais dificultado para alunos com deficiência visual, devido às diversas barreiras encontradas, desde a falta de bibliografia diversificada em braille, até a impossibilidade do acesso a linguagem visual. Pode-se observar na aplicação dos testes que as organelas representadas em material de biscuit atendem as características específicas e os alelos do quadro de Punnet estão adequados para a percepção tátil. Serão realizadas outras aplicações para verificar a funcionalidade destes materiais. Os resultados obtidos mostraram que estes materiais elaborados contribuem no processo de ensino e aprendizagem dos alunos com deficiência visual, na área de Ciências da Natureza, e podem permitir a superação das barreiras da linguagem visual favorecendo a realização das atividades propostas.
Publicado
13-06-2013