CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO NA MODALIDADE DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: NA BUSCA DE PROPOSTAS CURRICULARES ALTERNATIVAS

  • Lais da Silva Bicudo
  • V. R.A. Asseff
Palavras-chave: Identidade cultural, Propostas curriculares

Resumo

Este projeto busca investigar “Em que medida as identidades/diferenças culturais construídas pelos alunos e os saberes adquiridos em suas experiências vividas estão inseridas nas propostas curriculares e são consideradas pelos profissionais dos Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos do IFF, na perspectiva da construção propostas curriculares alternativas que possibilitem a essa população ultrapassar as barreiras de acesso e permanência a escola\\ Neste segundo momento foi feita a análise dos dados coletados especificamente para a presente investigação. Os dados dos questionários permitiram explorar, de forma direcionada, porém não rígida, as percepções e concepções dos sujeitos envolvidos em relação aos saberes construídos em suas práticas sociais. Nosso próximo passo conta em realizar um seminário com a participação dos alunos e profissionais da educação dos cursos do PROEJA Técnico do IFF campus Campos-Centro para apresentação e discussão dos resultados. Foi possível notar no perfil dos alunos dos módulos II e III do PROEJA Técnico (Eletrotécnica, 2010.2), constata-se que mais da metade declara ter se afastado da escola por necessidade de trabalho e que retornaram por perceberem a necessidade de se profissionalizarem, na expectativa de um futuro melhor. Além de não terem sido consideradas formas de se conceber a construção do conhecimento em redes que contemplam as vivências e as experiências dos alunos as quais deveriam se constituir em fios, ou seja, em matéria-prima dessa edificação. A maneira pela qual os jovens e adultos se inserem no mundo e como com ele se articula não fizeram parte dessa rede. Concluímos então com base na análise dos dados a necessidade de propostas curriculares alternativas que atendam as necessidades dos alunos, regatando a identidade cultural do mesmo, como forma de tornar cada vez mais significativa a aprendizagem e a permanência dos mesmos na escola.
Publicado
19-06-2013