A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES PARA A INCLUSÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL

  • Carla cristina da Silva Oliveira
  • B. G. Ferraz
  • B. R. Gonçalves
  • B. S. Santos
  • B. B. Vasconcellos
Palavras-chave: Inclusão, Deficiência Visual, Formação Continuada

Resumo

Em documentos oficiais é previsto que aos professores, que já exercem o magistério, devem ser oferecidas oportunidades de formação continuada. Este trabalho apresenta as atividades da Pesquisa em Educação Inclusiva com Ênfase em Ciências da Natureza e Matemática: Elaboração de Material Didático Especializado e Formação Continuada de Professores referentes à capacitação dos professores para uma prática inclusiva que oportunize aos alunos com deficiência visual condições efetivas de aprendizagem. A entrevista realizada com os professores do IFF campus Campos-Centro, que já lecionaram para alunos com deficiência visual, permitiu a análise de 2 aspectos: sobre as estratégias utilizadas pelo professor para acessibilizar os conteúdos e a influência da utilização de materiais didáticos especializados no processo de ensino e aprendizagem. Quanto à capacitação dos professores a realização de minicursos, divididos em 4 etapas: dinâmica de sensibilização sobre a exploração tátil, a apresentação do material elaborado e da metodologia utilizada nesta pesquisa, e a proposta de confecção de materiais em alto relevo e ao final um vídeo com os depoimentos dos alunos com deficiência visual. É fundamental para a educação na perspectiva inclusiva a formação inicial e continuada de professores (Freitas, 2008). A realização do minicurso propiciou aos professores um melhor esclarecimento sobre as necessidades dos alunos com deficiência visual, os materiais que podem ser utilizados no processo de ensino e aprendizagem e como estes podem ser elaborados. Os resultados encontrados na entrevista mostraram que os professores usam os recursos, e quando estes ainda não estão disponíveis auxiliam no momento da aula com descrições, e também que a utilização dos materiais estimula o interesse dos alunos com deficiência visual. A formação continuada de professores com a realização dos minicursos oportunizou um momento de reflexão para os mesmos, assim como, a importância da exploração tátil dos materiais didáticos especializados na acessibilidade das imagens dos conteúdos escolares.
Publicado
20-06-2013