ATLAS DIGITAL DA VIII REGIÃO HIDROGRÁFICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

  • Lorena de Almeida Uzêda
  • José Augusto Ferreira da Silva
Palavras-chave: Atlas Digital, Recursos Hídricos, Região Hidrográfica

Resumo

Com a produção do Atlas Digital da VIII Região Hidrográfica objetiva-se auxiliar as ações de gestão das águas nas bacias dos rios Macaé e Das Ostras. A realização do projeto visa consolidar tecnologias para uma política sustentável no uso das águas. O Atlas, elaborado para ser utilizado principalmente em mídia eletrônica, constitui de uma coleção sistemática de mapas com diversos formatos de dados, que apresentam propriedades espaciais e não espaciais reunidas num mesmo ambiente. O desenvolvimento da pesquisa foi baseado no levantamento e discussão da temática em estudo e compilação da documentação cartográfica do formato analógico para o digital da área de abrangência. Julgou-se necessário a realização de visitas técnicas às áreas de interesse para melhor compreensão da região e debate acerca da situação hídrica de determinados pontos das bacias. A partir do Sistema de Informações Geográficas pôde-se produzir uma série de mapas temáticos, auxiliando didaticamente na leitura dos recursos naturais regionais como um todo. Para o tratamento das informações cartográficas e cruzamento dos bancos de dados foram utilizados os softwares ArcGis 9.2 e Corel Draw 12. A produção parcial do Atlas revelou uma região com distribuição heterogênea dos recursos hídricos nos 04 municípios que a compõe. A área em estudo apresentou grande degradação de seus corpos hídricos por ser uma região de intensas atividades industriais e uso inadequado do solo urbano, ligadas principalmente ao petróleo, tais atividades vem degradando os recursos hídricos da região. Medidas como a criação de canais de drenagem serviram como fatores que aceleraram o processo de assoreamento dos corpos hídricos regionais, a exemplo da Lagoa de Imboassica que perdeu boa parte de sua totalidade por conta de tais processos, além de gerar evidentes conflitos a respeito do uso das águas. A realização do projeto possibilita o gerenciamento espacial da região, permitindo uma análise mais apurada dos recursos naturais e hídricos. O Atlas facilita o entendimento da região e possibilita vislumbrar melhores formas de utilização destes recursos, proporcionando o uso sustentável das águas.
Publicado
21-06-2013