PERCEPÇÕES E ORGANIZAÇÃO DOS USUÁRIOS DO TRANSPORTE PÚBLICO EM CAMPOS DOS GOYTACAZES

  • Clisciane Campanhão
  • Magnolia Almeida
  • Palloma Campos
  • Hernan Armando Mamani
Palavras-chave: transporte, política, percepções

Resumo

RESUMO Sendo um subprojeto do projeto Economia Informal, mercado de trabalho e políticas públicas no Norte Fluminense, coordenado pelo professor Hernán Armando Mamani. O principal objetivo do mesmo é conhecer e compreender a forma com que a política de passagem à um real da prefeitura de campos dos Goytacazes tem repercutido na vida e no transporte dos usuários da região ,e qual a imagem que os usuários tem da qualidade e das dificuldades presentes no transporte público desde a implantação da Através de observação participante nos ônibus e vans que circulam no centro da cidade e dos que partem para o interior, buscamos identificar a forma com que os passageiros avaliam e compreendem as repercuções da política de ônibus a um real.Coletando depoimentos e observando o a conduta de funcionários das empresas e passageiros observamos as mudanças socialmente provadas com a política de ônibus a um real. A política de ônibus a um real é compreendida pela população, como uma grande doação que trouxe significativas mudanças na vida dos usuários, seja em sentido de se conseguir emprego, uma vez que com baixo custo da passagem se torna mais fácil de um empregador contratar pessoas do interior, ou pela via de se buscar lazer uma vez que vir a campos “passear” se torna muito barato. O que não se identifica é a capacidade dos usuários de perceberem que a qualidade é também parte da política e que deveria ser garantida pela mesma, ficando assim a impressão de que para os usuários a política é ótima o problema é da empresa de ônibus, o que fragmenta e desarticula a possibilidade
Publicado
25-06-2013