MERCADO DE TRABALHO FORMAL ACOMPANHAMENTO E ANÁLISE – REGIÃO NORTE FLUMINENSE

  • Kamila Sardenberg
  • Elzira Lúcia de Oliveira
Palavras-chave: Emprego, Empreendimentos, Análise

Resumo

O objetivo do projeto é monitorar a evolução do emprego formal na região Norte Fluminense do Estado do Rio de Janeiro. Essa região tem sido contemplada com grande aporte de investimentos, como o Complexo Portuário do Açu em São João da Barra e a Indústria de Extração de Petróleo e Gás, instalada em Macaé. A proposta é que o projeto contribua para o entendimento do comportamento do mercado de trabalho formal e subsidie o desenho de políticas públicas de geração de emprego e formação profissional. As estatísticas de trabalho formal utilizadas encontram-se disponíveis nos registros do Ministério do Trabalho e Emprego, RAIS e CAGED, em fluxo contínuo e em escala municipal. Entende-se que quanto maior a facilitação do entendimento desses dados estatísticos poder-se-á entender de melhor maneira os dados do mercado de trabalho. Os dados são tabulados a partir do aplicativo X-OLAP, fornecido pelo Ministério do trabalho e emprego e rearranjados para manipulação no pacote estatístico SPSS. As tabulações foram apresentadas por setor segundo municípios das regiões de interesse e foram realizadas análises descritivas do comportamento observado. A taxa média de crescimento anual da região Norte entre 2010 e 2000 foi de 2%. Praticamente o dobro da taxa de crescimento populacional do estado do Rio de Janeiro no mesmo período, que foi de 1,06%. Entre 2007 e 2009, o total de empregados formais no conjunto da região Norte do Estado diminui em 6.936 postos de trabalho em 2009, segundo os dados da RAIS. Contudo, a análise desagregada segundo setores de atividade por município pode revelar comportamento diferenciado em alguns municípios em virtude dos novos investimentos na região. Um exemplo disto é a maior participação da Indústria da Construção Civil no total do emprego formal da região, 10% em 2008. É necessário monitorar o processo pelo qual a região passará, pois nela existem municípios de população e capacidade institucional reduzidas, os quais os impactos podem piorar as condições sociais. A pesquisa é relevante, pois subsidia políticas públicas ao fornecer o desenho do mercado de trabalho.
Publicado
26-06-2013