A CULTURA ESCOLAR DO LICEU DE HUMANIDADES DE CAMPOS NO PÉRIODO DE REDEMOCRATIZAÇÃO (1955-1970)

  • Michele Cristina da Silva Assis
  • Maria Amelia P. Boynard
  • Silvia Alicia Martinez
Palavras-chave: cultura, escola, redemocratização

Resumo

Introdução: Este trabalho busca investigar a trajetória da cultura escolar do Liceu de Humanidades de Campos, instituição fundada em 1894 de grande importância para a cidade de Campos, utilizando variadas fontes. O recorte temporal do projeto foi limitado ao período compreendido entre 1955-1970. Justifica-se por ser 1955 o ano em que a Escola Normal sai do prédio do LHC e o ano de 1970 por ser o último ano antes da grande mudança que sofreu o ensino secundário no Brasil começou.Metodologia: Sendo um estudo histórico que visa compreender a cultura escolar, optou-se por localizar e analisar diferentes documentos gerados pela escola, tais como: livros de matrícula, notas finais, pastas e processo antigos, documentos recebidos e emitidos arquivados no LHC, legislação referentes à época, jornais da época e contando ainda com a produção de fontes orais. A legislação do período também será analisada.Resultados: Muitos foram os acontecimentos relevantes registrados nos documentos encontrados no arquivo. Em 1958 encontramos documentos que provam modificações no sistema de inspeção; em 1960, ofício elogiando os alunos pelo desfile em 7 de setembro; em 1961 a reforma do prédio para preservação, talões de exames de admissão e talões de certificados em diversos anos; no ano de 1968, relação de turmas e carga horária; em 1969, ofícios pedindo a concessão de salas. Enfim podemos dizer que foram encontrados vários indícios para posterior análise.Conclusão: Este trabalho encontra-se em fase inicial para tecer conclusões. Pelos resultados obtidos, espera-se poder responder as indagações iniciais em relação as seguintes categorias: alunos, inspeção, prédio, professores e conteúdos.