ABORDAGEM PROBLEMATIZADORA NAS AULAS DE QUÍMICA NO PROEJA: UTILIZAÇÃO DE EXPERIMENTOS E TECNOLOGIAS

  • Nilcimar dos Santos Souza
  • Marília Paixão Linhares
Palavras-chave: Fórum, Experimentos problematizadores, Ensino de Química

Resumo

O Espaço Virtual de Aprendizagem (EVA) é desenvolvido de acordo com a metodologia de Aprendizagem Baseada em Casos. A estratégia de aprendizagem são os Estudos de Caso (EC). O Fórum é uma das ferramentas do EVA que apóia os EC. O caráter investigativo do EVA favorece a articulação com o ambiente presencial da sala de aula através de estratégias diversificadas, por exemplo, experimentos problematizadores orientados a partir da pedagogia da pergunta de Freire estruturada por Delizoicov (1983). A pesquisa, desenvolvida em contexto de ensino interdisciplinar, visou aplicar e analisar uma proposta didática de integração dos espaços virtual e presencial de aprendizagem nas aulas de Química. O público alvo foi uma turma de oito alunos do IF Fluminense (IFF), do curso de eletrônica integrado ao Ensino Médio na modalidade PROEJA. O EC com tema Energia possibilitou abordar conteúdos de eletroquímica, estruturando-se as aulas em três momentos pedagógicos (MP): i) Problematização inicial; ii) Organização do conhecimento e iii) Aplicação do conhecimento. Todos os textos produzidos pelos alunos no EVA e durante as aulas em laboratório foram analisados através de Análise de Conteúdo. A análise dos textos no primeiro MP indicou que grande parte dos estudantes compreendia que a energia era armazenada nas pilhas, ninguém indicou que era produzida. Esta concepção, que parte do senso comum, balizou o tema criado no fórum do EVA: “De onde vem a energia das pilhas?”. Na discussão todos contribuíram, gerando 23 mensagens de texto. A análise dos textos do Fórum indicou que todos demonstraram avanços conceituais, reconhecendo as reações eletroquímicas como fonte da energia elétrica de uma pilha ou bateria, abandonando a idéia de acumulação. Esta apropriação de conhecimento foi demonstrada no terceiro MP, quando trouxeram mais elementos para suas explicações. Os resultados favoráveis obtidos indicam que atividades didáticas que incentivam a interação e motiva a busca por novos conhecimentos, como a que foi realizada, devem fazer parte do cotidiano das salas de aula, pois proporcionam construção de uma visão de mundo mais articulada e menos fragmentada. Delizoicov, D. Ensino de Física e a concepção freiriana de educação. Revista de Ensino de Física, v. 5, n. 2, p. 85-98, 1983.