ATIVIDADE DE HETEROPOLIÁCIDOS SOBRE FUNGOS E BACTÉRIAS DE IMPORTÂNCIA VETERINÁRIA

  • Cristiani Miranda David Gossani
  • Luis César Passoni
  • Olney Vieira-da-Motta
Palavras-chave: Staphylococcus aureus, Sporothrix schenckii, Heteropoliácidos

Resumo

Doenças fúngicas emergentes, como a esporotricose, causada por o Sporothrix schenckii, e bacterianas causadas por Staphylococcus aureus mundialmente conhecido como patógeno nas infecções hospitalres, em rebanhos de animais de produção e de estimação ocorrem na região Norte Fluminense. Os heteropoliácidos (HPAs) são produtos sintéticos que apresentam atividade biológica sobre bactérias e vírus e sua atividade sobre microrganismos de relevância humana e animal será investigada. A partir da fórmula genérica Hn[XM12O40], os átomos H, X e M serão substituídos e obtidos sais de HPAs. Os oxoânions Na2WO4.2H2O, Na2MoO4.2H2O, Na2SiO3.5H2O serão utilizados na reação para obtenção dos seguintes HPAS: Ag3[PMo12O40], Ag4[SiMo12O40] e Ag3[PW12O40]. Outros HPAs serão sintetizados. Em meios de cultura será testada a bioatividade dessas moléculas pelas técnicas de  difusão em ágar e concentração mínima inibitória, após incubação em estufa microbiológica. Os ensaios em meio líquido serão conduzidos por fotometria e curva de crescimento microbiano. Atualmente estão em fase de síntese os HPAs e os microrganismos a serem testados foram reativados para os ensaios de inibição de crescimento. Posteriormente, serão realizados estudos microscópicos para análise estruturais dos microrganismos afetados pelos produtos testados. Resultados preliminares  com Candida spp. mostraram a atividade dos HPAs a base de Mo e Si, porém o de W ainda não foi testado sobre nenhum microrganismo.