AVALIAÇÃO DE PARÂMETROS FISIOLÓGICOS E CLÍNICOS EM CÃES ANESTESIADOS PELA TÉCNICA DE INFUSÃO CONTÍNUA DE PROPOFOL EM DOIS PROTOCOLOS DISTINTOS NO MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES

  • Kenas Aguiar da Silva Amaral
  • André Elias Ribeiro
  • Fernanda Antunes
Palavras-chave: cães, propofol, infusão contínua

Resumo

A busca de fármacos eficientes para o controle da dor em procedimentos cirúrgicos, tem como objetivo encontrar um anestésico que promova seus efeitos desejados sem riscos ao paciente. O propofol, é um dos agentes anestésicos que pode ser usado na indução e na manutenção anestésica, através de infusão contínua. O projeto irá avaliar os parâmetros fisiológicos e clínicos de cães da rotina cirúrgica do HV-UENF submetidos à técnica de infusão contínua de propofol utilizando dois protocolos. Serão utilizados 8 cães provenientes da rotina cirúrgica do HV-UENF, do município de Campos dos Goytacazes. Os animais serão separados aleatoriamente em 2 grupos. Após jejum alimentar e hídrico, serão induzidos com uma dose de 6mg.kg-1 por via intravenosa. Logo depois os animais receberão doses de 0,3mg.kg.min-1(G1) e 0,6mg.kg.min-1(G2) de infusão contínua com propofol para manutenção anestésica. As variáveis mensuradas serão: Temperatura retal; Freqüência Respiratória; Freqüência Cardíaca; Pulso; Saturação da oxiemoglobina; Tempo de perfusão capilar. Além de reflexos protetores; rotação de globo ocular; período de latência do propofol; período de recuperação e dose total administrada. Apenas 1 (um) animal foi anestesiado, que não apresentou alterações nas variáveis avaliadas. Mostrando, mesmo que em fase inicial, a estabilidade cardiovascular do propofol através da infusão contínua. O trabalho foi iniciado em abril de 2009, sendo assim ainda não resultados conclusivos significativos a serem publicados.