DEGRADAÇÃO DE GEOSSINTÉTICOS – RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA

  • Camille Almeida Pessanha
  • Paulo César de Almeida Maia
Palavras-chave: Geossintético, Durabilidade, Degradação acelerada

Resumo

Esta pesquisa visa avaliar o comportamento de geotêxteis constituídos de polipropileno, com quantidades diferentes de aditivos e antioxidantes, submetidos a processos de degradação natural no campo e acelerada no laboratório. No laboratório, as amostras estão sendo expostas a quatro tipos de degradação: lixiviação contínua; ciclos de saturação em água destilada e secagem em estufa; ciclos de exposição à radiação ultravioleta e condensação; e exposição à névoa salina. Nesta pesquisa, o procedimento que está sendo utilizado é o de degradação em equipamento de radiação UV. Este equipamento pertence ao Laboratório de Engenharia Civil – LECIV da UENF e as amostras foram fornecidas pela Huesker. Cinco tipos de amostras foram degradados em ciclos, que funcionam com 5 horas de radiação ultravioleta, 1 hora de condensação e 10 minutos de ventilação. No campo é considerado um tempo máximo de 16 anos de degradação. Posteriormente, as amostras degradadas serão submetidas a ensaios de resistências à tração e ao puncionamento estático, para avaliação dos efeitos da degradação. No atual estágio da pesquisa, as amostras estão em processo de degradação no laboratório, já foram produzidas amostras com 1, 2, 5, 10, 20, 40 e 80 ciclos. Para o campo, está sendo preparado um meio de melhor exposição das amostras através de cavaletes de madeira, pois o antigo meio de exposição não foi bem sucedido. Nenhuma modificação significativa da textura foi observada. Espera-se, no entanto, que com a determinação da variação dos parâmetros mecânicos dos geossintéticos degradados em relação aos não-degradados seja possível determinar correlações entre o tempo de alteração no campo e no laboratório. Ainda não foram obtidos valores numéricos para a previsão das características de durabilidade dos geotêxteis. No entanto, os resultados desta pesquisa serão de grande importância para a Engenharia Civil, já que se pode chegar a uma previsão da vida útil das obras onde o material estudado é empregado.