DEGRADAÇÃO DE GEOSSINTÉTICOS – LIXIVIAÇÃO CONTÍNUA

  • Luiza Artilles de Abreu Ávila
  • Paulo César de Almeida Maia
Palavras-chave: Geossintético, Degradação acelerada, Lixiviação

Resumo

Esta pesquisa visa o estudo da durabilidade de materiais geossintéticos, freqüentemente usados na Engenharia Civil. Destaca-se que apesar das características da matéria-prima, normalmente não degradáveis a curto prazo, é possível que os geossintéticos estejam sujeitos à degradação rápida. Os principais tipos de procedimentos de laboratório para avaliação da durabilidade dos geossintéticos são: lixiviação contínua, ciclos de saturação e secagem e CUV B. Nesta pesquisa faz-se a avaliação da durabilidade através da lixiviação contínua utilizando um equipamento do LECIV-UENF. As amostras de geossintéticos foram fornecidas pela Huesker e são constituídas de cinco geotêxteis trançados com diferentes gramaturas e aditivos anti-ultravioleta. O programa experimental considera a produção de amostras com 100, 200, 400, 1600 e 3200 horas de lixiviação. No campo é considerado um tempo máximo de 10 anos de degradação. Após a degradação faz-se a determinação do comportamento mecânico através de ensaios de tração e puncionamento. Outros ensaios para caracterização física também são considerados. Até o momento foram produzidas amostras com 100 e 200 horas de lixiviação, e estão sendo montados cavaletes especiais para melhorar a exposição das amostras no campo, pois estas estavam em local de difícil acesso. Nenhuma modificação significativa da textura foi observada no laboratório, já no campo amostras foram danificadas. Espera-se, que com a determinação da variação dos parâmetros mecânicos dos geotêxteis alterados em relação aos não alterados seja possível determinar correlações entre o tempo de alteração no campo e laboratório. Deste modo, os resultados podem indicar diferentes tipos e intensidades de degradação do material, possibilitando a previsão do comportamento a longo prazo. No atual estágio da pesquisa, ainda não foi possível obter resultados numéricos para previsão das características de durabilidade dos materiais estudados. No entanto, espera-se que os resultados desta pesquisa sejam de grande importância para definição da vida útil de obras geotécnicas.