EFEITO DA INTERFACE FIBRA/MATRIZ EM COMPÓSITOS EPOXÍDICO REFORÇADO COM FIBRA DE COCO

  • Lucas Lopes da Costa
  • Sérgio Neves Monteiro
Palavras-chave: Ensaio de Pullout, Compósito Epoxídico, Fibra de Coco

Resumo

Compósitos com matriz polimérica reforçada com fibras lignocelulósicas vêm sendo empregados em diversas atividades de engenharia. Nestes compósitos, além das resistências da matriz e da fibra, a tensão interfacial é de grande importância para o desempenho estrutural. Através do ensaio de arrancamento individual da fibra de um cilindro polimérico, conhecido como ensaio de pullout, é possível avaliar o comprimento crítico e então calcular a tensão interfacial fibra/matriz. Neste trabalho, realizaram-se ensaios de pullout para caracterizar o comprimento crítico e a tensão interfacial de fibras de coco relativamente a uma resina epóxi DGEBA/TETA estequiométrica. As curvas associadas aos comprimentos de 5, 10 e 20 mm embutidos na matriz epóxi apresentaram serrilhações típicas de um processo de escorregamento. Enquanto para os comprimentos de 30 e 40 mm de fibra embutida, observaram-se a ruptura dos corpos de prova sem que houvesse escorregamento das fibras dentro das cápsulas epoxídicas. Após a obtenção dos resultados, pode-se calcular o valor do comprimento crítico da fibra como ?c = 5,59 mm e a tensão cisalhante interfacial sendo c = 3,37 MPa. Os resultados permitiram construir uma curva de pullout para então determinar o comprimento crítico e calcular a tensão cisalhante interfacial. Observações por microscopia eletrônica de varredura revelaram uma boa aderência da resina epóxi à superfície da fibra de coco.