ESTIMANDO A CAPACIDADE DE TRANSFERÊNCIA DE CARBONO ORGÂNICO DISSOLVIDO EM SOLOS ASSOCIADOS A ÁREAS SUJEITAS A INUNDAÇÕES NAS MARGENS DA LAGOA DE CIMA (RJ).

  • Anna Mandarino Guapyassú da Silva
  • Clara Ayume Ito de Lima
  • Paulo Pedrosa
Palavras-chave: Áreas sujeitas a inundações, Materiais solúveis em água, Carbono orgânico dissovido

Resumo

Áreas alagáveis podem ser conceituadas como locais sujeitos a inundações por águas naturais. Nestas áreas são propiciadas a deposição e liberação de materiais particulados e dissolvidos, mediados pela expansão e retração das águas. Os macronutrientes dissolvidos (ex. C, N e P) afetam o metabolismo dos ecossistemas aquáticos, sendo importante conhecer a quantidade e qualidade dos solutos gerados no processo de solubilização de compostos orgânicos e inorgânicos por matrizes sólidas presentes nestas áreas. Para a realização do presente estudo, cinco amostras compostas de solo, georeferenciadas, foram coletadas às margens da Lagoa de Cima (RJ). As amostras foram aliquotadas considerando-se um sistema de múltiplas razões sólido:água, no qual 15, 30, 45, 60, 75, 90, 105, e 120 g de solo previamente homogeneizado foram incubados por um período de 24-h em água Milli-Q ultra-pura (ca. 200 mL). Sequencialmente, cada sistema sólido:água foi centrifugado e filtrado em membrana <0,2 ?m. Os extratos aquosos obtidos foram analisados quanto às concentrações de carbono orgânico dissolvido (COD) usando um equipamento TOC-5000 (Shimadzu). Os resultados foram modelados via estimativa não linear para obtenção dos parâmetros conteúdo, WSOC, e coeficiente de sorção ou afinidade, ks, de COD nas matrizes de solo, de acordo com Tao & Lin (2000). As concentrações de COD variaram entre 0,44 mg.L-1 e 2,05 mg.L-1, para uma razão 15g:200mL, e entre 1,22 e 5,8 mg.L-1, para uma razão120g:200mL. Os valores de WSOC acompanharam o mesmo padrão entre as amostras, variando entre um mínimo de 0,0077mg.g-1 e um máximo de 0,0349mg.g-1. Para ks, entretanto, não foi verificado a mesma correspondência de comportamento, como verificado entre COD e WSOC. Esses resultados sugerem grande variação entre os solos amostrados no que se refere às suas capacidades de liberação e sorção de matéria orgânica dissolvida ao meio aquoso circundante. Com efeito, assume-se que a sistematização destas características aos contextos ambientais específicos, de onde foram coletadas as amostras, poderá subsidiar uma melhor interpretação as influênciaspotenciais de tais matrizes às águas naturais.