ESTRUTURA, COMPORTAMENTO MECÂNICO E RESISTIVIDADE ELÉTRICA DA LIGA Cu-13,7Al-4,2Ni COM EMF

  • Larissa de Souza Campos
  • Lioudmila Aleksandrovna Matlakhova
Palavras-chave: Ligas de Cu-Al-Ni, Análise estrutural, Deformação por compressão

Resumo

Introdução:As ligas a base de Cu-Al-Ni sofrem transformações martensíticas reversíveis (TMR), como o Efeito de memória de forma (EMF). Essas ligas possuem propriedades promissoras em relação a futuras aplicações em várias áreas, tendo elevadas propriedades elétricas. Por possuírem elevada resistência à corrosão, podem ser usadas em equipamentos submersos. O objetivo deste trabalho é o estudo das alterações estruturais, comportamento mecânico e propriedades elétricas das ligas a base de Cu-Al-Ni com EMF.Metodologia:No trabalho, foi analisada uma liga monocristalina Cu-13,7Al- 4,2Ni aquecida até 560º C. As amostras foram secionadas pelo cortador mecânico MINITOM da marca STRUERS, e preparadas para a análise metalográfica. Para isso, foi feito o lixamento, utilizando lixas de granulometrias diferentes, e polimento com pasta de alumina de 1,0 mm da marca STRUERS. A análise metalográfica foi feita pelo microscópio ótico NEOPHOT-32. Os ensaios de deformação por compressão foram feitos na máquina INSTRON 5582 A análise difratométrica foi realizada num difratômetro SHIMADZU XRD- 7000, usando a radiação de Cu-Ka, num intervalo 2q de 10º a 180º. A identificação das fases foi feita usando os padrões JCPDS.Resultados:De acordo com os procedimentos realizados, espera-se conseguir obter uma correta identificação das características estruturais da liga monocristalina Cu- 13,7Al-4,2Ni aquecida até 560º C. Espera-se também compreender seu comportamento mecânico quando submetida a sucessivos ensaios de deformação por compressão. E por fim, espera-se conseguir um melhor entendimento sobre as propriedades elétricas, como a resistividade, atribuídas a esta liga. Conclusões: Ainda não se pode chegar a uma conclusão, já que os resultados ainda não foram obtidos em sua totalidade.