ESTUDO DE ESTRUTURA E PROPRIEDADES DAS LIGAS TEMPERADAS DE Ti–Nb–Mo-Al COM EFEITOS NÂO ELÀSTICOS

  • George Guilherme Candido Nocchi
  • Lioudmi Aleksandrovna Matlakhova
Palavras-chave: ligas de TI-Nb-Al e Ti-Nb-Al, análise estrutural, resistividade elétrica

Resumo

As ligas de titânio, dependendo da composição e tratamento térmico, podem apresentar muitas variações na estrutura e propriedades, o que explica uma vasta gama de seu uso. Neste trabalho foi estudado o efeito do nióbio e molibdênio como ?- estabilizadores sobre as características estruturais, propriedades elétricas e microdureza das ligas Ti-Nb-Mo e Ti-Nb-%5Al, ambas temperadas, variando o teor de Nb e Mo em % peso. As ligas investigadas foram fabricadas a partir de seus constituintes metálicos puros e então elaboradas através da técnica de cinco fusões em um forno elétrico a arco, sendo encapsuladas a vácuo, recozidas a 1000ºC, durante 5 horas, e imediatamente temperadas em água. A análise estrutural foi realizada por microscopia ótica, utilizando os microscópios metalográficos (NEOPHOT-32 e JENAVERT) e por difraçao de raiosx (DRON-3M com a radiação Cu-K?) Os ensaios de microdureza Vickers foram realizados através de um dispositivo adaptado ao microscópio JENAVERT. Os ensaios de resistividade elétrica foram realizados através de uma fonte programável Tektronix PS 2520G, um multímetro HP 34401A e fazendo uso do sistema de ponteiras de quatro pontas colineares, modelo Cascade Microtech C4s 44/5 SN 2333. Foi determinado que as alterações na estrutura das ligas ocorrem em sentido de ?’®?’+?”(?)®?”+?®? metaestável, devido à modificação da composição de Nb e/ou Nb e Mo nas ligas investigadas. A fase martensítica a¢ apresenta valores de microdureza maiores que a fase martensítica a¢¢. A resistividade elétrica depende da composição fásica das ligas investigadas. Maiores valores, apresenta a fase martensítica a¢, a fase martensítica a¢¢ apresenta os valores de r menor, enquanto a fase de alta temperatura ? metaestável revela menores valores de r. A presença da fase ?, coexistente com as fases a¢¢ e\ou ? metaestável, provavelmente, provoca um aumentando em resistividade elétrica nas ligas investigadas.