IMPORTÂNCIA RELATIVA DE CARACTERES NA DISSIMILARIDADE DE ACESSOS DE ACEROLEIRAS (Malpighia emarginata DC)

  • Luiz Felippe de Oiveira Moreira
  • Marcos Góes Oliveira
  • Jurandi Gonçalves de Oliveira
Palavras-chave: Diversidade genética, Características quantitativas, Acerola

Resumo

Os estudos de distância genética têm sido de grande importância em programas de melhoramento, por informar a respeito de parâmetros de identificação de genótipos promissores. Pela análise da importância de caracteres é possível classificar variáveis estudadas de acordo com sua contribuição para a divergência genética e eliminar aquelas com menor contribuição. O presente trabalho objetivou verificar a importância relativa de características quantitativas em 38 acessos de uma população de aceroleiras da Estação Experimental da PESAGRO-RIO, no município de Itaocara-RJ. Foram realizadas medições de nove características quantitativas (altura da planta, diâmetro da copa, diâmetro do caule, comprimento da folha madura, largura máxima da folha, número médio de flores por panículas, número médio de frutos por panículas, diâmetro do fruto e comprimento do fruto) e avaliadas conforme método proposto por Singh, onde a importância relativa dos caracteres foi estimadapor meio da participação dos componentes, relativos  a cada característica, no total da dissimilaridade observada. Os dados foram avaliados com o auxílio do programa GENES, a partir da matriz de dissimilaridade. Os resultados  demonstraram que entre as nove características quantitativas estudadas, três contribuíram com 96,03% para a divergência genética, enquanto seis características contribuíram com apenas 3,97%. O caráter diâmetro do caule demonstrou a maior contribuição relativa (54,12%) em relação aos caracteres quantitativos, seguidos do comprimento da folha madura (24,00%) e largura máxima da folha (17,19%). Dentre os nove descritores estudados, apenas três (33,33%) foram selecionados como os mais importantes para estudo de diversidade genética entre acessos de aceroleira, sendo essas: diâmetro do caule, que demonstrou a maior contribuição relativa, seguidos do comprimento da folha madura e largura máxima da folha.
Publicado
25-02-2011