Inovação Tecnológica e Desempenho Empresarial: estudo

  • Kleber Christian Rodrigues
  • Manuel Antonio Molina Palma
Palavras-chave: competitividade, inovação, sucroalcooleiro

Resumo

Os investimentos no setor sucroalcooleiro indicam uma forte tendência de crescimento da atividade no país. Internamente, vivemos um novo ciclo tecnológico da utilização de combustível limpo através dos automóveis bi-combustível (flex fuel). Além disso, a demanda externa do álcool brasileiro tem aumentado potencialmente, na tentativa dos países de diminuir sua dependência do petróleo. Com isso, notamos que o mercado apresenta-se em condições muito favoráveis para o desenvolvimento do setor. No entanto, observa-se que este aquecimento do mercado não impactou positivamente na atividade canavieira de Campos dos Goytacazes, considerada referência nacional nas décadas de 70 e 80. Na realidade, o setor sucroalcooleiro da região não apresenta melhoria nos processos de produção, tecnologia, cooperação e inovação, no mesmo ritmo que outras áreas do país, e dessa forma tem seu desempenho empresarial prejudicado. A questão de pesquisa a se responder é: as Usinas da região de Campos dos Goytacazes – RJ estão preparadas para aproveitar e acompanhar o ritmo de crescimento do mercado atual? Esta pesquisa objetivou investigar os fatores que contribuem (ou dificultam) para a capacidade de inovação nas empresas do setor sucroalcooleiro de Campos dos Goytacazes e o efeito destes fatores no desempenho empresarial. O método de pesquisa utilizado foi o estudo de casos múltiplos. Foram realizadas entrevistas em três empresas do setor com profissionais do nível gerencial. Foram utilizados como instrumentos de coleta de dados: um roteiro de entrevista semi-estruturado e a observação direta. Após a fase de coleta de dados, todo o material obtido foi analisado através da técnica análise de conteúdo. Os resultados da pesquisa nos mostram que as empresas do setor sucroalcooleiro da região possuem baixa capacidade de inovação, criando a necessidade de ações imediatas para garantir sua sobrevivência e melhorar sua competitividade no mercado externo e interno. Seriam necessários investimentos em novas tecnologias para aumentar a produtividade do setor em toda a cadeia produtiva, desde o plantio da matéria prima, até as inovações nas formas de administrar e de atingir os consumidores.