INFLUÊNCIA DA RIGIDEZ NO DESLOCAMENTO DE PÓRTICO ESPACIAL METÁLICO CONSIDERANDO A AÇÃO DO VENTO

  • Matheus Pereira da Silva
  • Arlindo Pires Lopes
  • Aarão Ferreira Neto
  • Adriana Alencar Santos

Resumo

Objetivando analisar as ligações em estruturas metálicas, através do uso das equações propostas pela NBR 8800:2008 e de técnicas de modelagem computacional aplicadas, realizou-se uma verificação nos deslocamentos aferidos em um pórtico espacial em estrutura metálica, considerando como carregamento a força de arrasto do vento para a cidade de Manaus, sem considerar efeitos de turbulência. Foi realizada a aplicação do cálculo do valor de rigidez para nós rígidos, aplicada da redução para nós semi-rígidos, em termos de redução da rigidez em 75%, 50% e 25%,aplicando esta redução de rigidez nas ligações da edificação e analisando os deslocamentos obtidos após análise linear. Para a aplicação de 75% da rigidez, há uma variação de 21% no deslocamento no último nível da edificação em relação ao deslocamento da estrutura com nós rígidos,enquanto que para a aplicação de 50% da rigidez, há um acréscimo de 63% no deslocamento no topo da edificação, para aplicação de 25% da rigidez, há um acréscimo de 189% no deslocamento no topo da edificação. Os resultados demonstram que reduções elevadas na rigidez, com comportamento se aproximando de nós flexíveis, há um acréscimo inviável nos deslocamentos, enquanto reduções em até 50% da rigidez, permitem uma trabalhabilidade viável a estrutura, com menores variações no deslocamentos.
Publicado
21-12-2018