ANÁLISE DE DESACOPLAMENTO DAS EMISSÕES DE CO2 E CRESCIMENTO ECONÔMICO

  • André Gomes de Lima
  • Diego Lilargem Rocha
  • João José de Assis Rangel

Resumo

Este trabalho analisa o desacoplamento entre as emissões de dióxido de carbono referentes a queima de combustíveis fósseis em relação ao crescimento econômico no Brasil, África, Mundo e os países da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) entre 1990 até 2015. A preocupação com o crescimento econômico de forma minimizar os danos ao meio ambiente, estimulou diversos países a usarem métodos que mensuram o desenvolvimento econômico relacionado a emissões de gases efeito estufa. Dentre eles se destacam o método da OCDE e o método de Tapio. Ambos verificam a situação de desacoplamento de um país. O Método de desacoplamento da OCDE demonstrou que o Brasil foi o único que não apresentou estado de desacoplamento, enquanto África, a OCDE e o Mundo apresentaram o estado de desacoplamento relativo. O Método de Tápio, confirmando o resultados obtidos pelo método da OCDE, apresentou que o Brasil foi o único com um crescimento das emissões de CO2 maior do que o da economia.
Publicado
21-12-2018