ESPECTROSCOPIA FOTOACÚSTICA PARA CARACTERIZAR FOLHAS DE MUCUNA PLANTADAS EM SOLOS COM ADIÇÃO DE BIOCHAR

  • Ellen Conceição T. de Matos
  • Vivian Ferreira Pereira
  • Caroline Cândida Martins
  • Pamella de A. Souza
  • Luciana A. Rodrigues
  • Roberto T. Faria

Resumo

As técnicas fototérmicas têm se mostrado extremamente adequadas para o estudo de materiais sólidos, líquidos e pastosos, seja do uso espectroscópico ou de caracterização térmica. Estas técnicas, auxiliadas com técnicas complementares avaliaram os solos tratados com o biochar (biocarvão) para simular a Terra Preta de Índio da Amazônia que é conhecida como agente de grande fertilidade em solos e de alta capacidade de retenção de carbono, além de mitigar impactos ambientais. Neste trabalho procurou-se analisar a qualidade nutricional de solos, por meio da técnica de espectroscopia fotoacústica de absorção na faixa do visível para avaliar o comportamento fotossintético das folhas de mucuna germinadas e desenvolvidas em quatro solos diferentes, isto é, solo com adição de biochar, solo com adição de biochar e composto orgânico, solo com adição de composto orgânico e solo sem condicionadores (solo teste). Observou-se que o biochar é um bom condicionador nutricional de solos. O tratamento do solo adicionado com biochar e composto orgânico foi o que apresentou os melhores resultados com um aumento de 30 % da absorção de clorofila A e 40 % de absorção da clorofila B e 37 % do aumento de absorção (reforço) da cutícula que é a cera de proteção presente na superfície das folhas.
Publicado
21-12-2018