MODELAGEM MULTICRITÉRIO PARA SELEÇÃO DE ERP

  • Marcus Vinícius das Neves Toffano
  • Bruno Netto Barbosa Paixão
  • Daniel Nocera de Campos
  • Aline Pires Viera de Vasconcelos
  • Henrique Rego Monteiro da Hora

Resumo

Contexto: A necessidade de melhoria contínua dos processos das organizações visando a otimização dos resultados e a sobrevivência em um mercado altamente competitivo e dinâmico, tem impulsionado os investimentos das empresas em Tecnologia da Informação (TI). Neste cenário as organizações têm buscado sistemas ERP (Enterprise Resource Planning) capazes de potencializar a sua eficiência operacional a partir da otimização dos seus processos. Objetivo: Apresentar uma modelagem matemática não compensatória para ordenação de sistemas ERP, a partir da análise de critérios de softwares e fornecedores de modo a criar um ranking das principais soluções disponíveis no mercado. Metodologia: Foi criada uma matriz de apoio ao processo decisório empregando a metodologia de tomada de decisão multicritério PROMÉTHÉE II. Após, foram extraídos os valores de uma pesquisa de ERP do grupo Gartner para realização de uma análise comparativa dos resultados. Resultado: Constatou-se que a comparação entre os rankings de soluções de ERP do Gartner e PROMÉTHÉE II em relação a avaliação dos critérios de software obteve significativo grau de correlação. No entanto, a partir da análise comparativa entre os rankings baseada em critérios de fornecedores houve relevante dispersão. Conclusões: A partir dos resultados foi possível constatar que a alternativa de ERP com melhor pontuação considerando os critérios de sistemas e utilizando a matriz de apoio à decisão proposta neste estudo foi o ERP IFS. Contudo, levando em consideração os critérios de fornecedores a alternativa com melhor desempenho foi o sistema SAP.
Publicado
21-12-2018