ENSAIOS DE INTERAÇÕES MOLECULARES ENTRE A ALBUMINA BOVINA SÉRICA COM OS AGROTÓXICOS GLIFOSATO E METOMIL PARA ESTUDOS DE TOXICOCINÉTICA USANDO COPASI (COMPLEX PATHWAY SIMULATOR)

  • Elizama Tavares
  • Susane Vieira
  • Mônica Santana Vianna
  • João Paulo Machado Torres
  • Antônio J. da Silva Neto

Resumo

Em Toxicologica é necessário determinar a concentração das substancias tóxicas no plasma e em outros compartimentos do organismo. Entretanto, estudos tem mostrado que a fração ligada à proteínas como a albumina sérica pode ter um efeito protetivo por diminuir os efeitos de toxicidade do composto além de determinar os demais processos toxicocinéticos. Este trabalho propõe determinar a formação de complexos entre a albumina bovina sérica (BSA), glifosato e metomil (princípios ativos de agrotóxicos) baseados em modelos moleculares de ligantes. Tais ligações entre princípios ativos de agrotóxicos e a albumina bovina sérica serão caracterizadas por ensaios de afinidade química medidos através da fluorescência intrínseca desta proteina. Estes conjuntos de parâmetros bioquímicos, obtidos experimentalmente, terão sua inserção futura no programa COPASI para modelagem e simulação da toxicocinética desses agrotóxicos no organismo humano. Os resultados experimentais de ligação entre a BSA e os ingredientes de agrotóxicos evidenciam valores de constantes de associação que ressaltam a importância dos estudos toxicológicos de agrotóxicos no âmbito das ligações com proteínas. A complexidade dos modelos de proteínas e ligantes torna imprescindível a aplicação de simuladores nos estudos toxicológicos para tornar mais eficiente os resutados obtidos pelos ensaios in vitro.
Publicado
21-12-2018