APLICAÇÃO DO PSO PARA A ESTIMAÇÃO DE PARÂMETROS DE UMA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE EFLUENTES

  • Ariádine Bitencourt Barroso
  • Rogério Luz Pagano
  • Cristina Ferraz Silva

Resumo

Os índices de matéria orgânica e nutrientes presentes nos efluentes biológicos precisam ser reduzidos, pois estes contribuem diretamente para a eutrofização entre outros danos nos corpos d’água. Numa Estação de Tratamento de Efluentes, o sistema de lodo ativado é o processo biológico mais aplicado ao redor do mundo. Neste trabalho, foi realizado o estudo de um modelo matemático para este sistema, conhecido como ASM – Activated Sludge Model, cujo objetivo é realizar a estimação dos principais parâmetros deste modelo. O modelo utilizado no presente trabalho foi o de Bournazou, o qual foi implementado em FORTRAN, resolvido com a aplicação da sub-rotina DASSL (código computacional para resolução de equações algébrico-diferenciais) e os parâmetros cinéticos foram estimados por meio do programa ESTIMA associado ao algoritmo de Enxame de Partículas. Os dados utilizados para as estimações foram concentrações das espécies de interesse a serem analisadas, as quais foram obtidas na literatura, NH4, NO2, NO3, Ss, XH e O2. O oxigênio foi ajustado para ser inserido a cada 3h durante o processo de tratamento, que foi de 10h. Apesar da grande quantidade de parâmetros a serem estimados, os resultados encontrados apresentaram boas estimativas para o modelo matemático estudado, ajustando com uma boa precisão aos dados da literatura.
Publicado
21-12-2018