AVALIAÇÃO DA ENERGIA DE FRATURAMENTO EM VIGAS REFORÇADAS EXTERNAMENTE COM COMPÓSITO DE FIBRAS DE CARBONO

  • Danilo de Souza Salgueiro Ferreira -
  • Eduardo Martins Sampaio -
  • Joaquim Teixeira de Assis -
  • Carlos Ivan Ribeiro de Oliveira1 -

Resumo

 A intervenção em estruturas de concreto torna-se uma opção quando são necessários reparos emergenciais ou há necessidade do aumento da capacidade de carga não prevista no projeto inicial. Uma alternativa efetiva é o reforço dessas estruturas com os materiais compósitos de fibra de carbono colados externamente na região submetida à tensão de tração. Dessa foi proposto no presente estudo a moldagem dos corpos de prova prismáticos de concreto, que foram analisadas em configurações distintas a fim de avaliar o comportamento de elementos com falhas críticas quando submetidos a esforços de flexão em situação reforçada e não reforçada com compósitos de fibra de carbono. Um tratamento superficial de lixamento foi realizado a fim de conferir uniformidade à geometria dos corpos de prova, além de proporcionar melhores características de adesão da resina epóxi à face submetida à colagem do reforço de compósito. Também foi realizada uma análise com rugosímetro para que se possa relacionar a rugosidade das superfícies de concreto lixadas e a capacidade de adesão do reforço compósito nos corpos de prova. A energia de fraturamento, que constitui um importante parâmetro de caracterização, foi obtida através do ensaio de flexão em três pontos. Foi verificado que a resistência a flexão dos elementos reforçados é superior a dos elementos não reforçados em um concreto projetado para resistência característica média de 30 MPa aos 28 dias de cura.

Biografia do Autor

Danilo de Souza Salgueiro Ferreira, -
-
Eduardo Martins Sampaio, -
-
Joaquim Teixeira de Assis, -
-
Carlos Ivan Ribeiro de Oliveira1, -
-
Publicado
22-12-2018