Guardou o livro e foi ao teatro: Os desafios da dramaturgia nas adaptações literárias para o teatro na escola

  • Gildo Henrique

Resumo

Há algum tempo, docentes brasileiros têm discutido, nos bastidores da cena escolar, a dificuldade de se trabalhar Literatura na Educação Básica, haja vista a compulsão dos alunos por tantos outros objetos socioculturais, resultando no fato de que a leitura de livros como parte do currículo tem sido um esforço desolador. Uma pergunta ecoa pelos corredores sombrios de uma frustração latente: por que os alunos não gostam de ler? Como despertar o interesse pela continuação daquele processo de letramento tão incentivado por dedicados professores, desde os primeiros assentos nos bancos escolares, na esperança de que não se perdesse o encantamento, o elo para formação de futuros leitores de textos literários? O objetivo geral deste livro é abordar aspectos do fazer teatral com relação a obras literárias, visando à sua inserção como coadjuvante na construção do conhecimento, cujos objetivos específicos são: analisar as considerações inerentes às adaptações teatrais que dialogam com a Literatura; apontar equívocos e acertos que podem resultar do transporte literário ao gênero dramático, considerando o universo do Ensino Médio; e realçar a importância de obras literárias que migram de dimensões por necessidades e exigências de cada comunidade, com um recorte sobre suas influências nas práticas comunicativas da interação intramuros.

Biografia do Autor

Gildo Henrique
Possui graduação em Design Gráfico pelo Instituto Federal Fluminense (2011) e licenciatura em Letras - Português e Literaturas - pelo Instituto Federal Fluminense (2017). Tem experiência na área de Design Gráfico e Letras, com ênfase em Letras. Autor dos livros "O segredo do Capitão Garrafa e outras histórias" (2017) e "Zé Amaro - Canaviais do tempo (2019) publicados pela Editora Autografia e de diversos textos para teatro: "Negrinha" (1975), "Oliver Twist" (1978), "O segredo do Capitão Garrafa e outras histórias" (2011), "A evangelização da Planície Goitacá" (2013), "Marginais: nada que é dourado permanece" (2013), "Olha para o céu, Frederico!" (2014) e "As bagas absolutas" (2015). 
Publicado
31-05-2022