Escala de likert como metodologia nas pesquisas sobre educação

  • Fernando Marcos Carvalho da Silva Secretaria de Educação do Estado do Espírito Santo
  • Camila Santos Canholato Prefeitura Municipal de São Francisco do Itabapoana
  • José Maria Ribeiro Miro Instituto Federal Fluminense campus Campos Centro
Palavras-chave: Escala de likert. Ensino. Metodologia.

Resumo

O presente trabalho apresenta a proposta de utilização da escala de likert na aplicação de questionários por serem utilizados com frequência em pesquisas de opinião. A escala likert é uma escala psicométrica das mais conhecidas e utilizadas em pesquisas quantitativas, já que pretende registrar o nível de concordância ou discordância com uma declaração dada, podendo ser utilizada como metodologia nas pesquisas sobre educação e de geografia. A pesquisa em questão foi desenvolvida durante uma aula na Escola Municipal Herval Luiz no município de São Francisco de Itabapoana, Estado do Rio de Janeiro, numa turma de 7º ano do Ensino Fundamental. Foi aplicado um questionário inicial para avaliação de conhecimentos prévios sobre Domínios Morfoclimáticos e sua preservação. Posterior a isso, foram aplicados questionários pós-teste para medir o conhecimento adquirido pelos alunos durante a atividade. Dessa forma, o pré-teste é utilizado com a finalidade de medir os subsunçores dos alunos. Logo após, foi criado durante a aula e junto com os alunos, um mapa conceitual afim de organizar e distribuir os conceitos que tratavam dos domínios morfoclimáticos no Brasil. Por fim foi aplicado um questionário pós-teste com as mesmas perguntas feitas anteriormente, além de alguns questionamentos sobre a eficiência da utilização do mapa conceitual. O uso da escala de likert pode ser uma boa alternativa para pesquisadores das áreas das ciências humanas, uma vez que essa escala atende a um critério de valor da subjetividade de quem responde às perguntas. Dessa forma, a escala de likert se mostra como uma importante ferramenta na apuração de dados que possam melhorar processo de ensino-aprendizagem nas aulas de geografia, sendo possível medir de fato o nível de aprendizagem do aluno, seja em grupo ou de forma individualizada.