Avaliação ambiental das águas pluviais na Baixada Campista: estudo de casos dos canais de drenagem e dos impactos da transposição no baixo curso do Rio Paraíba do Sul

  • Mirian Celeste Salih Teixeira
  • Vicente de Paulo Santos de Oliveira
Palavras-chave: Escassez hídrica. Sistema de drenagem. Impactos ambientais.

Resumo

A Baixada Campista, localizada na região Norte Fluminense do Estado do Rio de Janeiro, formou-se em uma vasta planície aluvial de inundação, junto às margens do Rio Paraíba do Sul. No Brasil colônia, essa região era considerada pelos colonizadores como de solo fértil e abundante em recursos hídricos para o seu desenvolvimento econômico. No século XIX a região ganhou destaque em algumas atividades econômicas como produtora de açúcar e sendo primeira cidade na América Latina a possuir energia elétrica. Atualmente é conhecida por sua produção petrolífera e vocações portuárias de complexo logístico Industrial. Estes fatos evidenciam a importância dos recursos hídricos, em especial das águas do Rio Paraíba do Sul para o desenvolvimento econômico da região Norte Fluminense. Entretanto a região sofre crises hídrica pela fragilidade ambiental da Bacia do rio Paraíba do Sul causada por fenômenos naturais ou ações antrópicas . Neste trabalho serão discutidos a conservação do sistema de drenagem e os impactos ambientais negativos causados pela transposições de água águas do Rio Paraíba do Sul na Baixada Campista.

Biografia do Autor

Mirian Celeste Salih Teixeira
IFF/- Campus Rio Paraíba do Sul/ Unidade de Pesquisa e Extensão Agroambiental (UPEA)
Vicente de Paulo Santos de Oliveira
IFF/ – Campus Rio Paraíba do Sul/Unidade de Pesquisa e Extensão Agroambiental (UPEA)