Uso de geotecnologias para mapeamento e análise de áreas verdes urbanas no município de Campos dos Goytacazes, RJ, Brasil

Palavras-chave: Áreas verdes, Qualidade ambiental, Geoprocessamento

Resumo

A vegetação urbana é importante para mitigar problemas ambientais causados pela urbanização desordenada e proporcionar qualidade de vida à população. O objetivo da pesquisa foi mapear e analisar as áreas verdes urbanas na cidade de Campos dos Goytacazes (RJ). Para isso, foram utilizadas imagens de satélite e trabalho de campo para identificar e validar as áreas verdes. Em ambiente do Sistema de Informação Geográfico (SIG), foram integrados os dados das áreas verdes, do censo demográfico do IBGE (2010) e demais dados, como hidrografia e limites de setores censitários. Com isso, foi possível estimar índices e construir mapas temáticos que deram suporte às análises. Encontrou-se o percentual de áreas verdes de 2,5%, índice de áreas verdes urbanas por habitante de 11,26 m²/hab. e áreas verdes públicas destinadas à recreação de 0,66 m²/hab. Ademais, 70% dos setores censitários não possuem áreas verdes. Conclui-se que o município possui deficit de áreas verdes urbanas, e que há a necessidade de implantá-las, principalmente públicas destinadas à recreação, em locais densamente povoados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Eduardo de Souza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense Campus Campos-Guarus, Campos dos Goytacazes/RJ
Mestre em Pesquisa Operacional e Inteligência Computacional (UCAM-Campos). Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense Campus Campos-Guarus – Campos dos Goytacazes/RJ – Brasil. E-mail: carlos.e.souza@iff.edu.br.
Ítalo de Oliveira Matias, Universidade Cândido Mendes (UCAM-Campos), Campos dos Goytacazes/ RJ
Doutor em Engenharia Civil (UFRJ). Professor Titular da Universidade Cândido Mendes (UCAM-Campos) - Campos dos Goytacazes/ RJ - Brasil. E-mail: italo@ucam-campos.br.
Milton Erthal Júnior, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense Campus Campos-Guarus, Campos dos Goytacazes/RJ
Doutor em Produção Vegetal pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF). Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense Campus Campos-Guarus – Campos dos Goytacazes/RJ – Brasil. E-mail: miltonerthal@hotmail.com.

Referências

ÁVILA, M. R.; PANCHER, A. M. Estudo das áreas verdes urbanas como indicador de qualidade ambiental do município de Americana, SP. Revista Brasileira de Cartografia, Rio de Janeiro, v. 67, n. 3, p. 527-544, maio/jun. 2015.

BARGOS, D. C. Mapeamento e Análise das Áreas Verdes Urbanas como Indicador da Qualidade Ambiental Urbana: estudo de caso de Paulínia-SP. 2010. 147 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2010. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle /REPOSIP/ 286912. Acesso em: 15 maio 2018.

BARGOS, D. C.; MATIAS, L. F. Áreas Verdes Urbanas: Um Estudo de Revisão e Proposta Conceitual. REVSBAU, Piracicaba, SP, v. 6, n. 3, p. 172-188, 2011.

BARGOS, D. C.; MATIAS, L. F. Mapeamento e análise de áreas verdes urbanas em Paulínia (SP): estudo com a aplicação de geotecnologias. Sociedade & Natureza, Uberlândia, ano 24, n. 1, p. 143-156, jan./abr. 2012.

BERTINI, M. A. et al. Public green areas and urban environmental quality of the city of São Carlos, São Paulo, Brazil. Brazilian Journal of Biology, v. 76, n. 3, p. 700-707, 19 abr. 2016.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm. Acesso em: 20 mar. 2019.

CAMPOS DOS GOYTACAZES, RJ. Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes. Lei 7.973, de 31 de março de 2008. Perímetros Urbanos do Município de Campos dos Goytacazes, Campos dos Goytacazes, RJ, março 2008. 10 p.

CAVALHERO, F.; DEL PICCHIA, P. C. D. Áreas verdes: conceitos, objetivos, diretrizes para o planejamento. In: CONGRESSO BRASILEIRO SOBRE ARBORIZAÇÃO URBANA, 1.; ENCONTRO SOBRE ARBORIZAÇÃO URBANA, 4., Vitória, 1992. Anais […]. Vitória: [s. n.], 1992. p. 29-38.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. População do Município de Campos dos Goytacazes. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rj/campos-dos-goytacazes/panorama. Acesso em: 25 jul. 2018.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. População dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro. Disponível em: ftp://ftp.ibge.gov.br/Censos/Censo_Demografico_2010/resultados/tabelas_pdf/total_populacao_rio_de_janeiro.pdf. Acesso em: 25 jul. 2018.

LONDE, P. R.; MENDES, P. C. A influência das áreas verdes na qualidade de vida urbana. Hygeia, Uberlândia, MG, v. 10, n. 18, p. 264 - 272, jun. 2014.

LONGLEY, P. A. et al. Sistemas e ciência da informação geográfica. Porto Alegre: Bookman, 2013. 540p.

MAZZEI, K.; COLESANTI, M. M. T.; SANTOS, D. G. Áreas verdes urbanas, espaços livres para o lazer. Sociedade & Natureza, Uberlândia, v. 19, n. 1, p. 33-43, jun. 2007.

MELO, T. T.; ARAÚJO, R. S. Processo urbano e ocupação espontânea: Campos dos Goytacazes. Perspectivas Online: humanas e sociais aplicadas, Campos dos Goytacazes, v. 9, n. 4, p. 56-69, 2014.

NUCCI, J. C. Qualidade ambiental e adensamento urbano: um estudo de ecologia e planejamento da paisagem aplicado ao distrito de Santa Cecília, MSP. São Paulo: Humanitas, 2001. 235 p.

OLIVEIRA, C. H. Planejamento ambiental na cidade de São Carlos (SP) com ênfase nas áreas públicas e áreas verdes: diagnóstico e proposta. 1996. 196 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Recursos Naturais) – Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos/SP, 1996. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/bitstream/handle/ufscar/1950/mestrado-carlos-henke-oliveira.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 4 maio 2018.

SANTOS, M. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: Edusp, 2001. 384p.

SILVA, L. C. O mapeamento das áreas verdes urbanas de Uberlândia (MG): análise da concentração de investimentos públicos. 2018. 124 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Programa de Pós-graduação em Geografia e Ordenamento do Território, Universidade Federal de Goiás, Catalão (GO), 2018. Disponível em: https://repositorio.bc.ufg.br/tede/bitstream/tede/8336/5/Disserta%c3%a7%c3%a3o%20-%20Laira%20Cristina%20da%20Silva%20-%202018.pdf. Acesso em: 15 ago. 2019.

SPÓSITO, M. E. B. Os embates entre as questões ambientais e sociais no urbano. In: CARLOS, A. F.; LEMOS, A. I. G. (org.). Dilemas Urbanos: novas abordagens sobre a cidade. São Paulo: Contexto, 2003. 430p.

WOLCH, J. R.; BYRNE, J.; NEWELL, J. P. Urban green space, public health, and environmental justice: The challenge of making cities ‘just green enough’. Landscape And Urban Planning, v. 125, p. 234-244, May 2014.

Publicado
28-11-2020
Como Citar
DE SOUZA, C. E.; MATIAS, ÍTALO DE O.; JÚNIOR, M. E. Uso de geotecnologias para mapeamento e análise de áreas verdes urbanas no município de Campos dos Goytacazes, RJ, Brasil. Revista Vértices, v. 22, n. 3, p. 590-609, 28 nov. 2020.
Seção
Artigos Originais