A "fantasia" da pandemia de Covid-19 em discursos políticos: as aspas e seus efeitos de sentido no gênero jornalístico artigo de opinião

Palavras-chave: Linguística Discursiva, Gêneros do discurso, Artigo de opinião, Aspas

Resumo

Conforme as concepções de Maingueneau (1997), o qual enfatiza a relevância de considerarmos as condições de produção diante do uso das aspas, este trabalho visa discutir os efeitos de sentido sinalizados pelo sinal gráfico, que, além de marca linguística, é um recurso discursivo-argumentativo presente no gênero jornalístico artigo de opinião, no qual o teor opinativo sobressai. Adotamos a metodologia da pesquisa exploratória com base nas teorias discursivas, abarcando as perspectivas de, sobretudo, Maingueneau (1997), Charaudeau (2013), Orlandi (2008) e Pêcheux (1997). Em uma abordagem qualitativa, analisamos o artigo de opinião “Trump e Bolsonaro: aves de mesma plumagem”, publicado na Folha de São Paulo, para investigarmos os efeitos de sentido que as aspas desempenham em enunciados variados. Os resultados evidenciam que é fundamental considerar os aspectos circunstanciais do processo discursivo para a interpretação dos efeitos de sentido gerados pelas aspas e que o gênero artigo de opinião tem muito a oferecer para uma análise linguístico-discursiva devido às articulações elaboradas com a premissa de persuadir os leitores a aderirem a um ponto de vista, segundo o posicionamento do articulista sobre o tema desenvolvido no texto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Letícia Cunha Braga, Instituto Federal Fluminense campus Campos Centro, Campos dos Goytacazes/RJ
Licencianda em Letras - Português e Literaturas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) Campus Campos Centro – Campos dos Goytacazes/RJ – Brasil. E-mail: leticiacunhabraga@gmail.com.
Thiago Eugênio Lorêdo Bêtta, Instituto Federal Fluminense campus Campos Centro, Campos dos Goytacazes/RJ
Doutor em Cognição e Linguagem pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF) e professor de Português e Literaturas no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) Campus Campos Centro – Campos dos Goytacazes/RJ – Brasil. E-mail: thiago.eugenio@gmail.com.

Referências

ANTUNES, I. Análise de textos: fundamentos e práticas. São Paulo: Parábola, 2010.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

CHARAUDEAU, P. Discurso das mídias. 2. ed. 2. reimpr. São Paulo, SP: Contexto, 2013.

GREGOLIN, M. R. V. Análise do discurso e mídia: a (re) produção de identidades. Comunicação mídia e consumo, v. 4, n. 11, p. 11-25, 2008.

KOCH, I. G. V.; ELIAS, V. M. Escrever e argumentar. São Paulo: Contexto, 2016.

MAINGUENEAU, D. Novas tendências em análise do discurso. 3. ed. Campinas, SP: Pontes, 1997.

MARGOLIS, M. Trump e Bolsonaro: aves de mesma plumagem. Folha de São Paulo, São Paulo, 19 ago. 2020. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2020/08/trump-e-bolsonaro-aves-de-mesma-plumagem.shtml. Acesso em: 7 set. 2020.

ORLANDI, E. P. Discurso e Leitura. São Paulo: Cortez Editora, 2008.

PÊCHEUX, M. Análise Automática do Discurso. In: GADET, F. HAK, T. (org.). Por uma Análise Automática do Discurso: Uma Introdução à Obra de Michel Pêcheux. 3. ed. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 1997.

RODRIGUES, R. H. A constituição e o funcionamento do gênero jornalístico artigo: cronotopo e dialogismo. 2001. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2001.

Publicado
01-06-2021
Como Citar
BRAGA, L. C.; BÊTTA, T. E. L. A "fantasia" da pandemia de Covid-19 em discursos políticos: as aspas e seus efeitos de sentido no gênero jornalístico artigo de opinião. Revista Vértices, v. 23, n. 2, p. 484-500, 1 jun. 2021.
Seção
Artigos Originais