Percepção da qualidade de vida a partir do ensino de filosofia em cursos técnicos do Instituto Federal da Paraíba

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19180/1809-2667.v24n22022p481-510

Palavras-chave:

Qualidade de vida, Percepção da Qualidade de Vida, Educação Profissional e Tecnológica, Ensino de Filosofia, Formação humana

Resumo

A partir do potencial do ensino de Filosofia na reflexão sobre Qualidade de Vida, esta pesquisa exploratória, com abordagem qualiquantitativa, investigou a Qualidade de Vida discente e docente em turmas dos cursos técnicos integrados Contabilidade e Informática do Instituto Federal da Paraíba Campus João Pessoa. Foram utilizados dois instrumentos mistos adaptados de um formulário da Organização Mundial de Saúde, nos Domínios Físico, Psicológico, Relações Sociais e Meio Ambiente, com amostra de 14 discentes e 4 docentes. Os dados quantitativos dos discentes e docentes destacaram níveis maiores no Domínio Relações Sociais e menores no Domínio Físico. A autoavaliação Docente quanto à Qualidade de vida obteve índice médio 4,00; a avaliação Discente nesse item alcançou 3,85. Em cada caso, sugere-se um maior autocuidado, demandando atenção da Instituição e dos aparelhos sociais. Verificaram-se a vulnerabilidade financeira de discentes, demandando apoio financeiro, emocional e psicológico, e a necessidade de maior atenção e apoio à saúde mental docente. Foram analisados os conteúdos das questões abertas, mediante metodologia de Bardin (1977), trazendo relevantes contribuições sobre a percepção do conceito de Qualidade de Vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilcean Silva Alves, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, João Pessoa/PB

Doutorado em Agronomia (área de Ecologia e Conservação do meio ambiente) pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Professor credenciado ao Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu (Mestrado) em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - João Pessoa/PB - Brasil. E-mail: gilcean.alves@ifpb.edu.br.

Diógenes Oliveira Pereira

Mestre em Educação Profissional e Tecnológica pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - João Pessoa/PB - Brasil. E-mail: diogenes33oliveira@gmail.com.

Referências

ALMEIDA, M. A. B.; GUTIERREZ, G. L.; MARQUES, R. Qualidade de vida: definição, conceitos e interfaces com outras áreas de pesquisa. São Paulo: Escola de Artes, Ciências e Humanidades, EACH/USP, 2012.

ALVARENGA, A. B. C. S. et al. Avaliação da qualidade de vida em relação ao desempenho escolar dos alunos de cursos técnicos em gestão. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 4, p. 18463-18483, 2020. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/8641. Acesso em: 2 ago. 2021.

AMARAL FILHO, F. S.; JUK, J. A filosofia em meio à educação profissional técnica nos Institutos Federais do Brasil. Revista Contrapontos - Eletrônica, Itajaí, v. 18, n. 3, p. 227-239, jul./dez. 2018. DOI: https://doi.org/10.14210/contrapontos.v18n3.p227-239. Disponível em: https://periodicos.univali.br/index.php/rc/article/view/12314. Acesso em: 9 ago. 2022.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BERTUOL, F. P.; MARTINS, P. L. O. A qualidade de vida docente em cursos de licenciatura. Revista Olhar de professor, Ponta Grossa, v. 12, n. 2, p. 257-285, 2009. DOI: http://dx.doi.org/10.5212/OlharProfr.v.12i2.257285. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/olhardeprofessor/article/view/1511. Acesso em: 9 ago. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP Nº 1, de 5 de JANEIRO de 2021: Define as Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Profissional e Tecnológica. Diário Oficial da União, Brasília. Seção 1 ed. p.19, 06 jan. 2021. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-cne/cp-n-1-de-5-de-janeiro-de-2021-297767578#:~:text=Define%20as%20Diretrizes%20Curriculares%20Nacionais%20Gerais%20para%20a%20Educa%C3%A7%C3%A3o%20Profissional%20e%20Tecnol%C3%B3gica.&text=DAS%20DISPOSI%C3%87%C3%95ES%20PRELIMINARES-,Art.,Par%C3%A1grafo%20%C3%BAnico. Acesso em: 12 fev. 2022.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Comissão de Políticas de Desenvolvimento Sustentável e da Agenda 21 Nacional. Agenda 21 brasileira: resultado da consulta nacional. 2. ed. Brasília, 2004.

BRASIL. Ministério da Saúde. Dicas em saúde: Qualidade de vida em 5 passos. Biblioteca virtual em saúde, jul. 2013. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/260_qualidade_de_vida.html#:~:text=De%20acordo%20com%20a%20Organiza%C3%A7%C3%A3o,expectativas%2C%20padr%C3%B5es%20e%20preocupa%C3%A7%C3%B 5es%E2%80%9D. Acesso em: 16 ago. 2020.

BUSS, P. M. Promoção da saúde e qualidade de vida. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 5, n. 1, p. 163-177, 2000. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-81232000000100014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/HN778RhPf7JNSQGxWMjdMxB/abstract/?lang=pt. Acesso em: 7 ago. 2020.

CASTELLANOS, P. L. Epidemiologia, saúde pública, situação de saúde e condições de vida: considerações conceituais. In: BARATA, R. B. (org.). Condições de Vida e Situação de Saúde. Rio de Janeiro, ABRASCO, 1997. p. 31-75. (ABRASCO. Saúde Movimento, 4).

COLMÁN, L.; SOUZA, R. Violência, sentimento de insegurança e incivilidade. Revista Senso Comum, v. 1, n. 1, p. 38-46, 2009. Disponível em: https://docplayer.com.br/62850696-Violencia-sentimento-de-inseguranca-e-incivilidade.html. Acesso em: 9 ago. 2022.

FERENTZ, L. M. S. Análise da Qualidade de Vida pelo Método Whoqol-Bref: estudo de caso na cidade de Curitiba, Paraná. Revista Estudo & Debate, v. 24, n. 3, 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v24i3a2017.1359. Disponível em: http://univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/1359. Acesso em: 9 ago. 2022.

FERNANDES, P. S. Relações entre competências sociais e qualidade de vida em adolescentes. 2016. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde) – Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Lisboa, 2016. Disponível em: https://recil.ensinolusofona.pt/handle/10437/7151. Acesso em: 9 ago. 2022.

FLECK, M. P. A. O instrumento de avaliação de qualidade de vida da Organização Mundial da Saúde (WHOQOL-100): características e perspectivas. Ciência & Saúde Coletiva, v. 5, n. 1, p. 33-38, 2000. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-81232000000100004. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/3LP73qPg5xBDnG3xMHBVVNK/abstract/?lang=pt. Acesso em: 9 ago. 2022.

GIONGO, R. L. P. Direito ao meio ambiente e qualidade de vida: reflexões para uma sociedade humana e ecologicamente viável. Veredas do Direito, Belo Horizonte, v. 7, n. 13/14, p. 75-100, jan./dez. 2010. Disponível em: http://revista.domhelder.edu.br/index.php/veredas/article/view/152. Acesso em: 26 jun. 2021.

GIUSTI, D. A. Qualidade de vida e fatores associados em alunos de cursos técnicos e superiores do ensino público federal. 2014. Dissertação (Mestrado em Saúde e Comportamento) - Universidade Católica de Pelotas, Pelotas, 2014. Disponível em: https://pos.ucpel.edu.br/ppgsc/wp-content/uploads/sites/3/2018/03/Daniela-Abrah%C3%A3o-Giusti-Qualidade-de-vida-e-fatores-associados-em-alunos-de-cursos-t%C3%A9cnicos-e-superiores-do-ensino-p%C3%BAblico-federal.pdf. Acesso em: 30 jun. 2021.

GORDIA, A. P. et al. Domínio social da qualidade de vida de adolescentes e sua associação com variáveis comportamentais, biológicas e sociodemográficas. REFUEM, v. 26, n. 3, p. 451-463, set. 2015. DOI: https://doi.org/10.4025/reveducfis.v26i3.23066. Disponível em: https://www.scielo.br/j/refuem/a/m4Sp9QN5pB5gStdgw4B8DQv/abstract/?lang=pt. Acesso em: 3 jul. 2021.

INSTITUTO FEDERAL DA PARAÍBA. Sobre o IFPB: nossa Missão. 2016. Disponível em: https://www.ifpb.edu.br/institucional/sobre-o-ifpb. Acesso em: 16 ago. 2020.

JANKE, N.; TOZONI-REIS, M. F. C. Produção coletiva de conhecimentos sobre qualidade de vida: por uma educação ambiental participativa e emancipatória. Ciência & Educação, v. 14, n. 1, p. 147-157, 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S1516-73132008000100010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ciedu/a/6vw5Q3rWCRcZfjHHbQZzvmg/?lang=pt. Acesso em: 9 ago. 2022.

MINAYO, M. C. S. Violência como indicador de Qualidade de vida. Acta Paul Enf., São Paulo, v. 13, Número Especial, Parte I, p. 159-166, 2000. Disponível em: https://acta-ape.org/article/violencia-como-indicador-de-qualidade-de-vida/. Acesso em: 9 ago. 2022.

MINAYO, M. C. M.; HARTZ, Z. M. A.; BUSS, P. M. Qualidade de vida e saúde: um debate necessário. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 5, n. 1, p. 7-18, 2000. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-81232000000100002. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/MGNbP3WcnM3p8KKmLSZVddn/abstract/?lang=pt. Acesso em: 14 ago. 2020.

MOLITERNO, A. C. M. et al. Viver em família e qualidade de vida de idosos da Universidade Aberta da Terceira Idade. Rev. enferm. UERJ, Rio de Janeiro, v. 20, n. 2, p. 179-84, abr./jun. 2012. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/4040/0. Acesso em: 27 jun. 2021.

MONTEIRO, M. J. M. Competências para a Vida em Adolescentes: Avaliação da qualidade de vida relacionada com a saúde e da competência social. 2011. Tese (Doutorado) – Universidad do Algarve, Portugal, 2011. Disponível em: https://sapientia.ualg.pt/handle/10400.1/1519 Acesso em: 4 jul. 2021.

NAHAS, M. V. Atividade física, saúde e qualidade de vida. 4. ed. Londrina: Midiograf, 2006.

NUNES, P. S. et al. Qualidade de vida de estudantes do curso técnico em enfermagem. Revista de Enfermagem UFPE on line, v. 13, e242601, out. 2019. DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963.2019.242601. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/242601. Acesso em: 30 jun. 2021.

PACHECO, E. M. Os Institutos Federais: uma revolução na educação profissional e tecnológica. Natal: IFRN, 2010. Disponível em: http://200.129.0.130/bitstream/handle/123456789/1274/Os%20institutos%20federais%20-%20Ebook.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 13 fev. 2022.

PALHONI, A. R. G. Representações de mulheres sobre violência contra a mulher e a qualidade de vida. 2011. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, 2011. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/GCPA-8RJF5Y/1/amanda_rodrigues_garcia_palhoni.pdf. Acesso em: 26 jun. 2021.

PASCOAL, M. Qualidade de vida e Educação. Revista de Educação PUC-Campinas, Campinas, n. 17, p. 37-45, nov. 2004. Disponível em: https://periodicos.puc-campinas.edu.br/reveducacao/article/view/272. Acesso em: 9 ago. 2022.

PAULA, J. L.; HENRIQUE, A. L. S. Educação ambiental na Educação Profissional: caminhando em direção à formação humana integral. Revista Ensino Interdisciplinar, UERN, Mossoró, RN, v. 2, n. 5, jul. 2016.

PELICIONI, M. C. F. Educação ambiental, qualidade de vida e sustentabilidade. Saúde soc., São Paulo, v. 7, n. 2, p. 19-31, dez. 1998. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-12901998000200003. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12901998000200003&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 14 ago. 2020.

PEREIRA, D. O. Bene Vivere: Contribuições da Filosofia para a construção da concepção de qualidade de vida em cursos técnicos do IFPB. Orientador: Gilcean Silva Alves. 2021. 115 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica)  Instituto Federal da Paraíba, João Pessoa, 2021. Disponível em: https://repositorio.ifpb.edu.br/jspui/handle/177683/1763. Acesso em: 16 mar. 2022.

RAMOS, M. Possibilidades e desafios na organização do currículo integrado. In: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. Ensino Médio Integrado: concepções e contradições. São Paulo: Cortez, 2005.

TEIXEIRA, A. C. P. et al. Saúde Mental e Qualidade de Vida do Adolescente: Um Estudo Avaliativo. Revista Psicologia e Saúde, v. 3, n. 2, p. 39-45, jul./dez. 2011. DOI: https://doi.org/10.20435/pssa.v3i2.101. Disponível em: https://pssaucdb.emnuvens.com.br/pssa/article/view/101. Acesso em: 4 jul. 2021.

TONELLI, M. J.; WILNER, A. Articulação para o desenvolvimento sustentável. GV EXECUTIVO, v. 16, n. 5, p. 2-3, 2017.

WATANABE, C. B. Fundamentos Teóricos e Prática da Educação Ambiental. Curitiba, PR: Escola Técnica aberta do Brasil, IFPR Educação a Distância, 2011.

Publicado

16-09-2022

Como Citar

ALVES, G. S.; PEREIRA, D. O. Percepção da qualidade de vida a partir do ensino de filosofia em cursos técnicos do Instituto Federal da Paraíba. Revista Vértices, [S. l.], v. 24, n. 2, p. 481–510, 2022. DOI: 10.19180/1809-2667.v24n22022p481-510. Disponível em: https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/16987. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático: “A pesquisa em Educação Profissional e Tecnológica: temas, abordagens e fontes”