Instrumentos de gestão aplicados aos processos de integração entre o ensino, a pesquisa e a extensão na formação profissional

Autores

  • Valdinei Mendes da Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA), Belém/PA https://orcid.org/0000-0003-3020-2247
  • Diselma Marinho Brito Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) Campus Abaetetuba /PA

DOI:

https://doi.org/10.19180/1809-2667.v24n22022p441-469

Palavras-chave:

Proposta, Organizacional, Interdisciplinaridade, Indissociabilidade

Resumo

O presente artigo traz um relato de experiência aplicado no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) Campus Abaetetuba, e tem como objetivo apresentar proposta de instrumentos de gestão com vistas a melhorar os resultados no ensino, pesquisa, extensão e inovação na formação profissional. O estudo possui abordagem qualitativa, no escopo de um estudo de caso e pesquisa-ação, durante o período de 2013 a 2018, e foram utilizadas as pesquisas documental e bibliográfica para a consecução dos resultados. Ao analisar a realidade da educação profissional do IFPA Campus Abaetetuba, foi possível propor quatro instrumentos de gestão, sendo incorporados na estrutura organizacional do Campus, por meio da aprovação da resolução n.º 267/2018, pelo Conselho Superior do IFPA, são eles: I - Fórum Permanente de Integração (Grupos de Trabalhos – GTs, centros, áreas de conhecimento e eixos tecnológicos); II - Ambientes de Práticas Integradas - APIs; III - Escritório de Práticas Comunitárias - EPCs e IV - Núcleo de Inovação e Desenvolvimento Científico Júnior - NIDCJ. Logo, foi possível concluir que os quatros instrumentos de gestão constituíram importantes ações para a construção de uma identidade institucional do âmbito do IFPA Campus Abaetetuba, bem como possuem potencial para (re)aplicação nas demais unidades da rede federal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valdinei Mendes da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA), Belém/PA

Doutor em Geologia e Geoquímica pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Pesquisador do Núcleo de Pesquisa em Saneamento Ambiental (NUPESA-IFPA) e do Grupo de Pesquisa Hidráulica e Saneamento (GPHS-UFPA) – Belém/PA – Brasil. E-mail: valdineiifpa@gmail.com.

Diselma Marinho Brito, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) Campus Abaetetuba /PA

Doutora em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará. Professora no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) Campus Abaetetuba /PA – Brasil. E-mail: diselma.brito@ifpa.edu.br.

Referências

ACSELRAD, H. Apresentação. In: ACSELRAD, H. (org.) Cartografia social e dinâmicas territoriais: marcos para o debate. 2. ed. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional, 2012. p. 5. Disponível em: http://beu.extension.unicen.edu.ar/xmlui/handle/123456789/347#:~:text=%E2%80%9CQuando%20as%20comunidades%20pensam%20em,afirmar%20seus%20modos%20de%20vida%E2%80%9D. Acesso em: 5 ago. 2022.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação Qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

BOTOMÉ, S. P. Pesquisa alienada e ensino alienante: o equilíbrio da extensão universitária. Petrópolis, RJ: Vozes; São Carlos, SP: EdUFSCar, 1996.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da república Federativa do Brasil 1988: texto constitucional de 5 de outubro de 1988 com as alterações adotadas pelas Emendas Constitucionais de n.1, de 1992, a 38, de 2002, e pelas Emendas Constitucionais de Revisão de n.1 a 6, de 1994. 19.ed. Brasília: Câmara dos Deputados, Coordenação de Publicações, 2002.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Base da Educação. Lei nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Catálogo Nacional de Cursos Técnicos. Brasília, jun. 2007a. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/edital_chamadapublica_fase2.pdf. Acesso em: 9 abr. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Catálogo Nacional de Cursos Técnicos. Brasília, jun. 2007b. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/documento_base.pdf. Acesso em: 9 abr. 2018.

BRASIL. Lei Federal nº 11.741, de 16 de julho de 2008. Altera dispositivos da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para redimensionar, institucionalizar e integrar as ações da educação profissional técnica de nível médio, da educação de jovens e adultos e da educação profissional e tecnológica. Brasília, 2008a. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei /L11741.htm. Acesso em: 28 jun. 2022.

BRASIL. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Brasília, 2008b. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5154.htm. Acesso em: 15 maio 2018.

BRASIL. Decreto n.º 6.986, de 20 de outubro de 2009. Regulamenta os arts. 11, 12 e 13 da Lei n.º 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 20 out. 2009.

BRASIL. Política Nacional de Extensão universitária. Porto Alegre, 2012. Disponível em: https://www.ufmg.br/proex/renex/images/documentos/2012-07-13-Politica-Nacional-de-Extensao.pdf. Acesso em: 15 abr. 2021.

BRASIL. Portaria nº 1.291, de 30 de dezembro de 2013. Estabelece diretrizes para a organização dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e define parâmetros e normas para a sua expansão. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/41001-por-1291-2013-393-2016-setec-pdf/file. Acesso em: 20 abr. 2018.

BRASIL. Lei n. 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, D.F., 26 jun. 2014. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 10 jan. 2022.

BRASIL. Lei 13.415, de 16 de fevereiro de 2017. Altera as Leis n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e 11.494, de 20 de junho 2007, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, a Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, e o Decreto-Lei nº 236, de 28 de fevereiro de 1967; revoga a Lei nº 11.161, de 5 de agosto de 2005; e institui a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. Brasília: Planalto, 2017a.

BRASIL. Instrução normativa n. 5, da SEGES/MP, de 26 de maio de 2017b. Dispõe sobre as regras e diretrizes do procedimento de contratação de serviços sob o regime de execução indireta no âmbito da Administração Pública federal direta, autárquica e fundacional. Disponível em: https://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/20239255/do1-2017-05-26-instrucao-normativa-n-5-de-26-de-maio-de-2017-20237783. Acesso em: 9 jun. 2018.

BRASIL. Decreto 9.203, de 22 de novembro de 2017. Dispõe sobre a política de governança da administração pública federal direta, autárquica e fundacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/decreto/d9203.htm. Acesso em: 17 fev. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Federal: Concepção e Diretrizes. Brasília, 2008.

BRASIL. Ministério da Educação. Educação Profissional e Tecnológica. Brasília, 2009. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/centenario/historico_educacao_profissional.pdf. Acesso em: 3 abr. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Superior. Fórum de Pró-Reitores das Universidades Públicas Brasileiras. FORPROEX. Plano nacional de extensão universitária, 2000-2001. Disponível em: http://www.renex.org/arquivos/pne/planonacionaldeextensão.doc.Acesso em: 15 abr. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto nº 2.208, de 17 de abril de 1997. Revogado pelo Decreto nº 5.154, de 2004 Regulamenta o § 2 º do art. 36 e os arts. 39 a 42 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/D2208.htm. Acesso em: 15 maio 2018.

BRASIL. Plano Nacional de Extensão 1999-2001. Disponível em: www.planalto.gov.br. Acesso em: jan. 2022.

BRASIL. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. CNPQ. Iniciação Científica Júnior, ICJ, Norma Específica. Anexo V da RN-017/2006. Bolsas por Quota no País.

BRASIL. Presidência da República. Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado. Brasília: Presidência da República, Câmara da Reforma do Estado, Ministério da Administração Federal e Reforma do Estado, 1995.

COSTA, J. M.; PINHEIRO, N. A. M. O ensino por meio de temas-geradores: a educação pensada de forma contextualizada, problematizada e interdisciplinar. Imagens da Educação, v. 3, n. 2, p. 37-44, 2013. ISSN 2179-8427. DOI: https://doi.org/10.4025/imagenseduc.v3i2.20265. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ImagensEduc/article/view/20265. Acesso em: 5 ago. 2022.

CHIAVENATO, I. Administração geral e pública. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

CHIAVENATO, I. Recursos humanos na Empresa. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1994.

CONIF. Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Anais da Reditec, 2018. Disponível em: http://portal.conif.org.br/br/institucional/conif. Acesso em: 3 jul. 2018.

CONIF. Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Fóruns. Os Fóruns são órgãos de assessoramento das Câmaras Temáticas… Disponível em: https://portal.conif.org.br/br/foruns. Acesso em: 2 jan. 2022.

FINOCCHIO JÚNIOR, J. Project Model Canvas: Gerenciamento de Projetos sem Burocracia. 1. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013. 376 p.

FREIRE, P. Educação: o sonho possível. In: BRANDÃO. C. R. (org.). O educador: vida e morte. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1982.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 39. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, P. Pedagogia da Esperança: um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 1992.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

GRAMSCI, A. Os intelectuais e a Organização da Cultura. 7. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1989.

IFAM. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas. Notícias, 2018a. Carta da Amazônia é entregue ao ministro da Educação. Disponível em: http://www2.ifam.edu.br/noticias/carta-da-amazonia-e-entregue-ao-ministro-da-educacao. Acesso em: 11 jun. 2018.

IFAM. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas. Notícias, 2018b. Diretores gerais da região Norte se reúnem em evento inédito no IFAM. Disponível em: http://www2.ifam.edu.br/noticias/diretores-gerais-da-regiao-norte-se-reunem-em-evento-inedito-no-ifam. Acesso em: 7 fev. 2022.

IFPA. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará. Audiência Pública para Escolha de Cursos para o Funcionamento da UNED de Abaetetuba. Abaetetuba, 05 de outubro de 2007.

IFPA. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará. In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO, 9., 2017. Anais […]. Disponível em: http://sicti.ifpa.edu.br/gestao/sicti-2016/anais/1247-anais-2017/file. Acesso em: 11 jun. 2018.

IFPA. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará. Gestão Integrada de Serviços (GIS). IFPA: Campus Abaetetuba. 2018a.

IFPA. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará. In: INTEGRA: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 1, 2018. Anais […]. 2018b. Disponível em: http://www.ifpa.edu.br/documentos-institucionais/0000/4250-resumos-aprovados-integra-resultado-parcial/file. Acesso em: 11 jun. 2018.

IFPA. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará. Conselho Superior. Resolução 228/2018, de 22 de outubro de 2018. Cria a estrutura organizacional do Campus Abaetetuba do IFPA, com vistas à padronização de funções e atribuições. 2018c. Disponível em: https://abaetetuba.ifpa.edu.br/documentos-institucionais/0000/5657-campus-abaetetuba-organograma/file. Acesso em: 10 fev. 2022.

IFPA. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará. Últimas Notícias, 2022: IV Mostra Integrada do CETMUL`S. Disponível em: https://abaetetuba.ifpa.edu.br/ultimas-noticias/852-iv-mostra-integrada-do-cetmul-s. Acesso em: 7 fev. 2022.

MACEDO, F, C. S.; SILVA, J. S. Uma Análise acerca da Relação Teoria e Prática no Processo de Formação dos Educandos: Uma Experiência no IFMA/Codó. Acta Tecnológica, v. 6, n. 1, p. 137-151, 2011. DOI: https://doi.org/10.35818/acta.v6i1.49. Disponível em: http://portaldeperiodicos.ifma.edu.br/index.php/actatecnologica/article/view/49/53. Acesso em: 20 jun. 2018.

NOGUEIRA, N. R. Pedagogia dos projetos: uma jornada interdisciplinar rumo ao desenvolvimento das múltiplas inteligências. São Paulo: Érica, 2007.

ROCHA, I. X. O. Uma Reflexão sobre a Formação Integral nas EFAs: Contributos do Caderno da Realidade nesse processo na EFA de Riacho de Santana – Bahia. 2003. Dissertação (Mestrado) – Universidade Nova de Lisboa, 2003.

SANTOS JÚNIOR, P. M. In: FÓRUM DE DIRETORES GERAIS DOS INSTITUTOS FEDERAIS DA AMAZÔNIA, 1., 2018, Natal. Natal: CONIF, 2018. Disponível em: http http://submissao.2018.reditec.org.br/ckeditor_assets/attachments/19/1_forum_de_diretores.pdf. Acesso em: 28 set. 2018.

SILVA, C. J. R. Institutos Federais: Lei nº 1.892, de 29/11/2008: comentários e reflexões, organização. Natal: IFRN, 2009. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/ setec/arquivos/pdf7/publicações. Acesso em: 3 jul. 2011.

THIOLLENT, M. Metodologia da Pesquisa-ação. 14. ed. São Paulo: Editora Cortez, 2005.

TRIVINOS, A. N. S. Introdução à Pesquisa em Ciências Sociais: A pesquisa qualitativa em Educação. São Paulo: Editora Atlas S.A., 1987.

ZANELLA, L. C. H. Metodologia de Estudo e de Pesquisa em Administração. Florianópolis: UFSC, 2009.

Publicado

16-09-2022

Como Citar

SILVA, V. M. da; BRITO, D. M. Instrumentos de gestão aplicados aos processos de integração entre o ensino, a pesquisa e a extensão na formação profissional. Revista Vértices, [S. l.], v. 24, n. 2, p. 441–469, 2022. DOI: 10.19180/1809-2667.v24n22022p441-469. Disponível em: https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/16998. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático: “A pesquisa em Educação Profissional e Tecnológica: temas, abordagens e fontes”