Os desafios da educação: a cibercultura na educação e a docência online

Autores

  • Nelma Vilaça Paes Barreto

DOI:

https://doi.org/10.5935/1809-2667.20100027

Palavras-chave:

Educação a distância, Educação online, Cibercultura, Interatividade, Ambientes virtuais de aprendizagem

Resumo

A disseminação e a popularização da Internet, juntamente com as novas tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), provocam impactos na educação, contribuindo para a melhoria do ensino e/ou aprendizagem a distância e também com mudanças significativas para a educação presencial, que não aceita mais os modelos tradicionais. A qualidade e a eficácia de um curso a distância passam por questões múltiplas, mas é fundamental que o professor tenha conhecimento sobre o ambiente no qual são ministradas as aulas, bem como suas tecnologias de suporte. Porém, as tecnologias se alteram tão rapidamente que dificultam a inserção e o domínio dos professores nesse universo tecnológico. Evidencia-se a necessidade de se investir na valorização e na formação continuada dos professores e também, na atualização constante de sua prática pedagógica e na urgência de capacitar o professor para a docência online, pois no âmbito da cibercultura, a educação na modalidade a distância é cada vez mais online.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nelma Vilaça Paes Barreto

Técnica em Assuntos Educacionais do Instituto Federal Fluminense; Professora de Língua Portuguesa na Rede Estadual de Educação do Rio de Janeiro (aposentada); Especialista em Planejamento Educacional, em Psicopedagogia (UNESA), em Educação a Distância e Educação Continuada (UnB); Mestranda em Educação (UNESA). Email: nbarreto@iff.edu.br

Referências

BEILER, A.; LAGE, L. C. e MEDEIROS, M. F. Educação a distância: novos desafios na virtualidade dos horizontes educacionais. In: MEDEIROS, M. F.; FARIA, E. T. (Orgs.). Educação a Distância: Cartografias Pulsantes em Movimento. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003.

BELLONI, M. L. Educação a Distância. Campinas, SP: Autores Associados, 1999.

BRASIL. Lei n°. 9.394, 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 20 de dezembro de 1996.

BRASIL. Portaria 4.059, de 10 de dezembro de 2004. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/sesu>.

ESTABEL, L.B.; MORO, E.L.S. e SANTAROSA, L.M.C. A Superação das Limitações na criação da página pessoal para Internet: um estudo de caso. Informática na Educação - Teoria e Prática, Porto Alegre, v. 9, n. 1, p. 43-44, jan./jun. 2006.

FLORES, A. M. l; PAVÃO, A. H. P. Conversando sobre material didático impresso na EAD: a experiência de um Fórum de Discussão. Artigo apresentado em 2007. Disponível em: <http://www.abed.org.br/congresso2007/tc/55200792130PM.pdf>. Acesso em: 5 ago. 2010.

FRANCIOSI, B.R.T.L.; MEDEIRO S, M. F.; COLLA, A. L. Caos, criatividade e ambientes de aprendizagem. In: MEDEIROS, M. F.; FARIA, Eliane T. (Orgs.). Educação a Distância – Cartografias Pulsantes em Movimento. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003. cap.7: p. 129-149.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 1970.

LEMOS, A.; CUNHA, P. (Orgs.) Olhares sobre a Cibercultura. Porto Alegre: Sulina, 2003.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999. p. 32, 92,158 e 170.

MORAN, J.M. A educação que desejamos: Novos desafios e como chegar lá. São Paulo: Papirus, 2007. p. 167-169.

MELLO, G.N. Educação Escolar Brasileira: o que trouxemos do século XX. Rio de Janeiro: Artmed, 2004.

PERRENOUD, Philippe. Novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

PRENSKY, Marc. Ouçam os Nativos. Disponível em <http://blogdaformacao.wordpress.com/2006/11/09/imigrantes-digitais/>.

REZENDE, F. A. Formação continuada de educadores para a inclusão social e as Tic’s. Seednet: Revista Eletrônica de Educação Eletrônica, Brasília, 20 dez. 2005. Disponível em: <http://www.seednet.mec.gov.br/artigos/materia.php?id=2&codmateria=2>. Acesso em mar. 2009.

SILVA, M. A. Criar e professorar um curso online: relato de experiência In: SILVA, M. A. (Org.). Educação Online. São Paulo: Edições Loyola, 2003. Parte 1, p.53.

SILVA, M. A. Educação na cibercultura: o desafio comunicacional do professor presencial e online. Revista da FAEEBA, Salvador, v.12, n.20, p.261-271, 2003.

STRUCHINER, M. et al. Elementos Fundamentais para o Desenvolvimento de Ambientes Construtivistas de Aprendizagem à Distância. Rio de Janeiro: NUTES/UFRJ, 1998.

TAVARES, K.C.A. O Professor virtual: reflexões sobre seu papel e sua formação. Artigo publicado em 2001. [Online]. Disponível em: <http://www.lingnet.pro.br/papers/EaDprof.htm>. Acesso em: 12 jun. 2008.

TRACTENBERG, L.; PEREIRA, M.; SANTOS, E. Competências para a docência online: implicações para a formação inicial e continuada dos professores - tutores do FGV [Online]. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA, 12., Salvador, BA, 2005.

Downloads

Como Citar

BARRETO, N. V. P. Os desafios da educação: a cibercultura na educação e a docência online. Revista Vértices, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 149–164, 2010. DOI: 10.5935/1809-2667.20100027. Disponível em: https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/1809-2667.20100027. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais