Presença de pesticidas anticolinérgicos (organofosforados e carbamatos) em frutas e hortaliças no município de Cabo Frio, RJ

Autores

  • Claudia Cristina Machado de Figueiredo de Oliveira
  • Kayte Chaves Oliveira
  • Moacelio Verânio Silva Filho
  • Manildo Marcião de Oliveira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.5935/1809-2667.20100029

Palavras-chave:

Organofosforados, Carbamatos, Acetilcolinesterase, Frutas, Hortaliças

Resumo

No estudo em questão, utilizou-se a inibição da enzima acetilcolinesterase para detectar pesticidas organofosforados e carbamatos em frutas e hortaliças consumidas na cidade de Cabo Frio. Hortaliças e frutas ali coletadas, em anos distintos (1996 e 2007) apresentaram pesticidas em todas as amostras. As amostras de alface (1996) e agrião (2007) foram as que apresentaram maiores teores de equivalentes de metil-paration, 0,7 e 1,4 ppm, respectivamente. Os níveis mais baixos foram detectados nas uvas: 0,2 ppm. A solubilização dos compostos envolvidos no estudo em Triton X-100 foi eficiente sem inibir a atividade da enzima acetilcolinesterase. Entre os alimentos estudados, a alface, o agrião e a maçã são merecedores de atenção para monitoramento de resíduos de pesticidas organofosforados e carbamatos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudia Cristina Machado de Figueiredo de Oliveira

Mestre em Biologia – Universidade Veiga de Almeida – Campus Cabo Frio

Kayte Chaves Oliveira

Graduanda em Enfermagem - Universidade Veiga de Almeida – Campus Cabo Frio

Moacelio Verânio Silva Filho

Doutor em Biologia – Fundação Oswaldo Cruz – FIOCRUZ

Manildo Marcião de Oliveira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense

Doutor em Biologia – UPEA/Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense – Campus Campos Centro

Referências

ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos: PARA. Resultados Analíticos de 2002. 2003a. Disponível em <http://www.anvisa.gov.br/toxicologia/residuos/rel_anual_2002_an2. pdf>. Acesso em 22 jul. 2008.

ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos: PARA. Relatório de atividades 2001-2006. 2007. <http://www.anvisa.gov.br >. Acesso em: 22 jul. 2008.

CALDAS, E. D.; SOUZA, L. C. K. R. Avaliação de risco crônico da ingestão de resíduos de pesticidas na dieta brasileira. Rev. Saúde Pública, v.34, n 5, p. 529-37, 2000.

CUNHA BASTOS, V. L. F.; CUNHA BASTOS, J.; LIMA, J. S. et al. Brain Acetylcholinesterase as an in vitro detector of organophosphorus and carbamates insecticides in water. Water Research, v. 25, n. 7, p. 835-840, 1991.

ELLMAN, G. L. et al. A new and rapid colorimetric determination of acetylcholinesterase activity. Biochem. Pharmacol., v. 7, p. 88-95, 1961.

MACQUEEN, M. J. Clinical and analytical considerations in the utilization of cholinesterase measurements. Clin. Chim. Acta, v. 237, p.91-105, 1995.

OLIVEIRA-SILVA, J. J. et al. Influência de fatores socioeconômicos na contaminação por agrotóxicos, Brasil. Rev. Saúde Pública, v.35, n 2, p.130-135, 2001.

STOPPELLI, I. M. B. S.; MAGALHÃES, C. P. Saúde e segurança alimentar: a questão dos agrotóxicos. Ciência & Saúde Coletiva, v. 10(supl.), p. 91-100, 2005.

Downloads

Como Citar

OLIVEIRA, C. C. M. de F. de; OLIVEIRA, K. C.; SILVA FILHO, M. V. .; OLIVEIRA, M. M. de. Presença de pesticidas anticolinérgicos (organofosforados e carbamatos) em frutas e hortaliças no município de Cabo Frio, RJ. Revista Vértices, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 177–186, 2010. DOI: 10.5935/1809-2667.20100029. Disponível em: https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/1809-2667.20100029. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)