Um olhar social sobre a saúde dos pescadores tradicionais da localidade de Atafona, São João da Barra-RJ

  • Mariá de Oliveira Otal
  • Graciete Ribeiro Coutinho
  • Vicente de Paulo Santos de Oliveira Instituto Federal Fluminense
  • Rogério da Silva Burla
Palavras-chave: Pesca, Saúde do trabalhador, Representações Sociais

Resumo

Este artigo discute a saúde dos pescadores tradicionais da localidade de Atafona/São João da Barra/RJ, apresentando-os dentro do seu cotidiano e problematizando as experiências vividas, levando em consideração as suas representações sociais, crenças e valores. A Organização Internacional do Trabalho considera a pesca como uma das mais desgastantes e perigosas profissões do mundo e o resultado do estudo sinaliza para a importância da busca de prevenção e debates mais frequentes sobre o tema, de modo a se evitarem agravos na saúde deste trabalhador, investindo-se em sua qualidade de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariá de Oliveira Otal
Graduada em Serviço Social pela Universidade Federal Fluminense (2006). Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Serviço Social, Direito e questões agro- ambientais; Especialista em Pesca, Aquicultura e Ambiente pelo IFF - Campos dos Goytacazes, RJ - Brasil. E-mail: m.otal@yahoo.com.br.
Graciete Ribeiro Coutinho
Enfermeira, Especialista em Pesca, Aquicultura e Ambiente pelo Instituto Federal Fluminense - Campos dos Goytacazes, RJ - Brasil. E-mail: graciete_coutinho@hotmail.com.
Vicente de Paulo Santos de Oliveira, Instituto Federal Fluminense
Doutorado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa, Brasil (2003). Coordenador do Núcleo de Pesquisa Aplicada Sudeste 01 na Politica de Formação Humana na Pesca Marinha, Continental e Aquicultura Familiar / Portos e Navegação e Diretor do Departamento de Pesquisa e Pós-Graduação do Campus Campos Centro do Instituto Federal Fluminense. Professor de ensino tecnológico do Instituto Federal Fluminense – Campos dos Goytacazes, RJ - Brasil. E-mail: vicentedepaulosantosdeoliveira@yahoo.com.br.
Rogério da Silva Burla
Engenheiro Agrônomo. Especialista em Piscicultura. Mestre em Engenharia Ambiental. Doutorando em Produção Vegetal - Campos dos Goytacazes, RJ - Brasil. E-mail: rogerioburla@yahoo.com.br.

Referências

ATHAYDE, C.; MVBILL; SOARES, L.E. Cabeça de Porco. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2005. ISBN: 85-7302-668-5.

BAPTISTA, D.M.T.; SORIA, M.; SILVEIRA, M.L.; SILVA, M.R.; STORNI, M.O.T.; MANFRONI, V.M. (Orgs.). Cidadania e Subjetividade. 1. ed. São Paulo: Imaginário, v. 1, 1997.

BERCINI, L.O.; TOMANIK, E.A. Aspectos sobre a saúde, ambiente e representações sociais na população de Porto Rico, Paraná. 2002. (Apresentação de Trabalho/Seminário). Disponível em: http://www.peld.uem.br/Relat2002/pdf/comp_social_econ_aspectos. pdf. Acesso em: 12 set. 2012.

CHAUI, M. Cultura e democracia: o discurso competente e outras falas. 12ª ed. São Paulo: Cortez, 2007.

CLAUZET, M.; RAMIRES, M.; BARRELLA, W. Pesca artesanal e conhecimento local de duas populações caiçaras (Enseada do Mar Virado e Barra do Una) no litoral de São Paulo, Brasil. MultiCiência, v. 4, p. 1-22, 2005.

DI BENEDITTO, A.P.M. A Pesca artesanal na Costa Norte do Rio de Janeiro. Bioikos, PUC – Campinas, v.15, n. 2, p. 103-107, 2001.

DIEGUES, A.C. A sócio-antropologia das comunidades de pescadores marítimos no Brasil. Etnográfica, v. 3, n. 2, p. 361-375, 1999.

DUARTE, P. O ritual e os símbolos: a realização dos grafismos rupestres na região do município de Camalaú (PB). Dissertação (Mestre em Ciências das Religiões) - Universidade Federal da Paraíba, Programa de Pós-graduação em Ciências das Religiões, 2010. 138p.

KUJAWSKI, G.M. Introdução à forma de pensar orteguiana. Humanidades, Brasília, v.2, n.9, 1984.

LANE, S.T.M.; CODO, W (Orgs.). Psicologia social: o homem em movimento. São Paulo, Editora Brasiliense, 2001. ISBN: 8511150234.

LLX & ECOANZOL. Diagnóstico de Escolarização da Comunidade Pesqueira do Município de São João da Barra – RJ. São João da Barra, 2010. 58p.

MARIZ, C.L. Embriagados no Espírito Santo: reflexões sobre a experiência pentecostal e o alcoolismo. Antropolítica, n.15, p.61-80, 2003.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Programa Nacional de Controle da Dengue. 2012. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=23614. Acesso em: 13 set. 2012.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde (SVS/MS). Diagnóstico da saúde da população masculina, 2009. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/aplicacoes/noticias/default.cfm?pg=dspdetalhenoticia&id_area=124&co_noticia=10491. Acesso em 13 set. 2012.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde (SVS/MS). Diagnóstico Completo da Saúde do Homem, 2007. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=33353&janela=1. Acesso em 13 set. 2012.

NETO, J.D.; MARRUL FILHO, S. Síntese da Situação da pesca extrativa marinha no Brasil. Brasília: IBAMA/DIFAP-BSB; SBF/MMA. Jul. 2003. Disponível em: www. ibama.gov.br/category/40?download=2448%3A.-p. Acesso em: 12 set. 2012.

NETO, O.C. O trabalho de campo com descoberta e criação. IN: MINAYO, M.C.S. (Org.) Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. 23ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994. Capítulo 2, pp. 51-66.

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (OIT). Nova Convenção da OIT busca melhorar as condições de trabalho de mais de quatro milhões de pescadores nas Américas. 2009. Disponível em: http://www.oitbrasil.org.br/content/novaconven%C3%A7%C3%A3o-da-oit-busca-melhorar-condi%C3%A7%C3%B5es-detrabalho-de-mais-de-quatro-milh%C3%B5es-de-pesc. Acesso em 13 set. 2012.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Carta de Otawa para La promoción y educación para la salud. Revista de Sanidad y Higiene Pública, 61, 129-139. 1987.

PAIOLA, L.M.; TOMANIK, E.A. Populações tradicionais, representações sociais e preservação ambiental: um estudo sobre as perspectivas de continuidade da pesca artesanal em uma região ribeirinha do rio Paraná. Acta Scientiarum, Maringá, v. 24, n. 1, p. 173-180, 2002.

PERES, S.M.P.; BARBOSA, S.R.C.S. Ilhabela, SP: Transformações socioambientais e processos saúde-doença. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM AMBIENTE E SOCIEDADE, 4., 4-6 jun. 2008, Brasília.

PNUD. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Relatório de Desenvolvimento Humano 2010: A verdadeira riqueza das Nações. Washington D.C.: ONU, 2010. 237p. ISBN: 9780230284456 90101.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOÃO DA BARRA. Plano Diretor Participativo do Município de São João da Barra. 2006. Lei Municipal N° 50/2006, revisado pela municipal N° 115/2008 que estabelece o zoneamento do território municipal de acordo com as perspectivas do município para o desenvolvimento do uso do solo.

QUEIROZ, M.S. Estratégias de consumo em saúde entre famílias trabalhadoras. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 9, n. 3, p. 272-282, jul./set. 1993.

RAMALHO, C.W.N. Ah, esse povo do mar : um estudo sobre o trabalho e pertencimento na pesca artesanal pernambucana. Campinas, SP: Polis, 2006. 175 p.

RICHARTZ, B. Planejamento de carreira na função de supervisão de vendas como recurso para o aperfeiçoamento da atividade profissional. Monografia (Especialista em Orientação Profissional) - Universidade do Estado de Santa Catarina. Centro de Ciência da Educação. 2006, 63 p.

SANTOS, C.J.B. Geonímia do Brasil: a padronização dos nomes geográficos num estudo de caso dos municípios Fluminenses. Tese (Doutorado em Ciências em Geografia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Programa de Pós-graduação em Geografia, 2008. 340p.

SARTI, C.A. A família como espelho: um estudo sobre a moral dos pobres. 2ª ed. São Paulo: Cortez Editora, 2003.

SETEC/MEC. Ofício circular nº 48/2009 DPEPT/SETEC/MEC. Brasília, 23 de abril de 2009. Dispõe sobre o convite as Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica para a apresentação de projetos no âmbito dos Núcleos de Pesquisa Aplicada na área de pesca e aqüicultura. 14 p.

TREVISAN, L.N.; JUNQUEIRA, L.A.P. Construindo o “pacto de gestão” no SUS: da descentralização tutelada à gestão em rede. Ciênc. saúde coletiva [online], v.12, n.4, p. 893-902, 2007. ISSN 1413-8123.

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO (TCE/RJ). Estudos socioeconômicos dos municípios do Estado do Rio de Janeiro: Maricá, 2011. 91 p.

VIANA, M (Org.). Diagnóstico da cadeia produtiva da pesca marítima no Estado do Rio de Janeiro: relatório de pesquisa. Rio de Janeiro: FAERJ : SEBRAE-RJ, 2009. 200 p. ISBN 978-85-87533-09-8

Publicado
02-05-2013
Como Citar
OTAL, M. DE O.; COUTINHO, G. R.; OLIVEIRA, V. DE P. S. DE; BURLA, R. DA S. Um olhar social sobre a saúde dos pescadores tradicionais da localidade de Atafona, São João da Barra-RJ. Revista Vértices, v. 14, n. 3, p. 131-152, 2 maio 2013.
Seção
Artigos Originais

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##