Cuidar de quem cuida: Saúde do Trabalhador num cenário de precarizações

Autores

  • Francineide Silva Sales Abreu Ministério da Saúde

DOI:

https://doi.org/10.5935/1809-2667.20130034

Palavras-chave:

Saúde do Trabalhador, SUS, Trabalho

Resumo

A condução da Política de Saúde tem ocasionado impactos diversos sobre as ações em Saúde do Trabalhador voltadas para o corpo de funcionários de hospitais. Assim, além das demandas postas para as equipes de saúde do trabalhador, a própria concepção sobre esse campo é afetada pela lógica da precarização das condições de reprodução social dos trabalhadores das equipes multiprofissionais das unidades de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francineide Silva Sales Abreu, Ministério da Saúde

Mestre em Serviço Social pela PUC Rio. Assistente Social do quadro de Servidores Públicos do Ministério da Saúde, membro da equipe técnica de Saúde do Trabalhador do Hospital Federal dos Servidores do Estado, Rio de Janeiro/RJ - Brasil. E-mail: francineide.sales@gmail.com.

Referências

ANDERSON, P. Balanço do neoliberalismo. In. SADER, E. Pós-neoliberalismo: as políticas sociais e o Estado democrático. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

ANDRADE, S. M. de; SOARES, D. A.; CORDONI JUNIOR, L. (orgs). Bases da Saúde Coletiva. Londrina: Editora UEL, 2001.

ANTUNES, R. Adeus ao trabalho? Ensaio sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. 11ª ed. São Paulo: Cortez; Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2006.

BEHRING, E.; BOSCHETTI, I. Política Social: Fundamentos e História. São Paulo: Cortez, 2008.

BOURDIEU, P. A opinião pública não existe. In: THIOLLENT, Michel. Crítica Metodológica, investigação social e enquete operária. São Paulo: Polis, 1981. p. 137-151

BRASIL. Constituição Federal da República Federativa do Brasil. BRASIL. Lei Orgânica da Saúde. Lei 8.080, de 19 de setembro de 1990.

BRAVO, M.I. et al (orgs). Capacitação de Conselheiros de Saúde: textos de Apoio. Rio de Janeiro: UERJ, 2001.

BRAVO, M. I. S.; MATOS, M. C. A saúde no Brasil: Reforma sanitária e ofensiva neoliberal. In: BRAVO, M. I. S; PEREIRA, P. A. P. Política Social e Democracia. São Paulo: Cortez. Rio de Janeiro: UERJ, 2001, p. 197-215.

CAVALCANTI, C. P. N. Aspectos teórico-conceituais e históricos da construção do campo da Saúde do Trabalhador. In: LIMA et al. (Orgs.). Cadernos do Curso de Capacitação em Promoção e Vigilância em Saúde do Trabalhador para operacionalização da PASS/SIASS. Rio de Janeiro: UFRJ/UNIRIO, 2011. 1CD-ROM

CEBES. Revista Saúde em Debate. Rio de Janeiro: CEBES/FIOCRUZ, v.33, nº 81, 2009, p.3-5.

Conselho Nacional de Saúde. Coletânea de Textos da III Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador. Brasília: CNS, MPS, MS, MTE, 2005.

FALEIROS, V. P. O Trabalho da Política: saúde e segurança dos trabalhadores. São Paulo: Cortez, 2010, 2ª ed.

FREIRE, L. O Serviço Social na reestruturação produtiva. São Paulo: Cortez, 2003

GRANEMANN, S. Fundações Estatais: Projeto de Estado do Capital. In: BRAVO, M. I. S. & MENEZES, J. S. B. (org.) Saúde na atualidade: por um sistema único de saúde estatal, universal, gratuito e de qualidade. Rio de Janeiro : UERJ, Rede Sirius, 2011.

HARVEY, D. A condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Loyola, 1993.

HYGINO, A. M. Saúde como um direito humano universal ou como valor de mercado? Desafios atuais para implantação e consolidação de um sistema único de saúde no Brasil. In: LIMA et al (orgs) Cadernos do Curso de Capacitação em Promoção e Vigilância em Saúde do Trabalhador para operacionalização da PASS/SIASS. Rio de Janeiro: UFRJ/ UNIRIO, 2011. 1CD-ROM

LACAZ, F. A. C. O campo Saúde do Trabalhador: resgatando conhecimentos e práticas sobre as relações trabalho-saúde. In Cadernos de Saúde Pública, v.23, n.4, Rio de Janeiro, Apr. 2007.

LESSA, S. O processo de produção / reprodução social: trabalho e sociabilidade In: Capacitação em Serviço Social e Política Social. Módulo 2. Brasília: CEAD, 1999.

MARX, K. O Capital: Crítica da Economia Política. Volume I, Livro I. São Paulo: Nova Cultural, 1996.

MENDES, R. & DIAS, E.C. Da medicina do trabalho à saúde do trabalhador. Revista Saúde pública, S. Paulo, n.25, p.341-349, 1991.

MINAYO, M. C. Saúde e doença como expressão cultural. In: AMÂNCIO FILHO, A (Org.). Saúde, trabalho e formação profissional. Rio de Janeiro: FIOCRUZ, 1997. p. 31-39.

MIRANDA, C. R. Introdução à saúde no trabalho. São Paulo: Aheneu, 1998.

OLIVEIRA, J. A. A.; TEIXEIRA, S. M. F. (Im)previdência Social: 60 anos de história da previdência no Brasil. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 1985.

PLANO NACIONAL DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO. Comissão Tripartite de Saúde e Segurança no Trabalho. MPS, MS, MTE, Brasília: 2012

PRADO JR, C. Formação do Brasil Contemporâneo. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

SANTOS, J. Particularidades da “questão social” no Brasil: mediações para seu debate na “era” Lula da Silva. Revista Serviço Social e Sociedade, São Paulo: Cortez, n. 111, 2012.

SCLIAR, M. História do conceito de saúde. PHYSIS: Rev. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v.17, n.1, p. 29-41, 2007.

VASCONCELLOS, L. C. F. Saúde, trabalho e desenvolvimento sustentável: apontamentos para uma política de Estado. Rio de Janeiro: ENSP, 2007.

Downloads

Publicado

27-12-2013

Como Citar

ABREU, F. S. S. Cuidar de quem cuida: Saúde do Trabalhador num cenário de precarizações. Revista Vértices, [S. l.], v. 15, n. 3, p. 121–139, 2013. DOI: 10.5935/1809-2667.20130034. Disponível em: https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/1809-2667.20130034. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais