“Vidas secas”: uma leitura (hiper)intertextual

Autores

  • Giselda Maria Dutra Bandoli Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) campus Cambuci/RJ
  • Sérgio Arruda de Moura Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), Campos dos Goytacazes/RJ

DOI:

https://doi.org/10.19180/1809-2667.v17n315-11

Palavras-chave:

Vidas secas, Hipertexto, Intertextualidade, Atualização, Virtualização

Resumo

Neste trabalho, faz-se uma reflexão sobre as noções de hipertexto a partir de atualizações da obra Vidas secas, de Graciliano Ramos. Nosso propósito é, ao realizar a leitura de um objeto artístico, desvincular o hipertexto da ideia de que este é um dispositivo possibilitado apenas pelo meio eletrônico, tese defendida por autores renomados no assunto. Ainda evidenciaremos que em um texto impresso o hipertexto também se manifesta.  Postularemos que a linguagem literária pode ser uma manifestação da hipertextualidade. Enfim, realizaremos uma leitura intertextual da obra, procurando destacar o diálogo existente entre esta e outras obras de autores representativos brasileiros.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Giselda Maria Dutra Bandoli, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) campus Cambuci/RJ

Mestra em Cognição e Linguagem pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF). Professora no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) campus Cambuci, Cambuci/RJ - Brasil. E-mail: giseldadutrabandoli@uol.com.br.  

Sérgio Arruda de Moura, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), Campos dos Goytacazes/RJ

Doutor em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), Campos dos Goytacazes/RJ - Brasil. E-mail: arruda.sergio@gmail.com.

Downloads

Publicado

08-04-2016

Como Citar

BANDOLI, G. M. D.; DE MOURA, S. A. “Vidas secas”: uma leitura (hiper)intertextual. Revista Vértices, [S. l.], v. 17, n. 3, p. 195–213, 2016. DOI: 10.19180/1809-2667.v17n315-11. Disponível em: https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/1809-2667.v17n315-11. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)