Memes: formações discursivas que ecoam no ciberespaço

Autores

  • Carlos Fabiano de Souza Escola Municipal Domingos Fernandes da Costa, São João da Barra/RJ

DOI:

https://doi.org/10.5935/1809-2667.20130011

Palavras-chave:

Memes, Redes sociais, Análise de discurso crítica, Ideologia

Resumo

O presente artigo propõe uma análise de formações discursivas que figuram como “memes” – em redes sociais – tendo como aporte teórico os escritos de Fiorin (1998) e a Análise de Discurso Crítica (ADC) – teoria do discurso que visa analisar a linguagem como uma prática social e ideológica segundo as concepções de Fairclough (2001a, 2001b; 2003). Para tanto, o estudo parte de considerações iniciais acerca do surgimento do termo cunhado por Richard Dawkins em seu livro O Gene Egoísta (1976) no qual o autor postula a ideia de “meme” – unidade de informação cultural que é replicada de pessoa para pessoa – em analogia ao gene. Além disso, serão consideradas como base de suporte à investigação as concepções de Susan Blackmore (1999) sobre o papel dos “memes” enquanto força poderosa que molda nossa evolução cultural através de ideias copiadas de indivíduo para indivíduo pela imitação. O trabalho culmina com enfoques sobre as implicações do papel desempenhado por componentes mêmicos em ambientes virtuais como forma de representação ideológica das vozes de personagens do mundo real que postam comentários em redes sociais fomentando, assim, discussões que cooperam para a divulgação dos “memes”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Fabiano de Souza, Escola Municipal Domingos Fernandes da Costa, São João da Barra/RJ

Professor de língua inglesa licenciado em Letras - Português/Inglês pela Universidade Salgado de Oliveira - Universo, Campos dos Goytacazes/RJ – Brasil. Especialista em Metodologia do Ensino de Língua Inglesa pela Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC, Salvador-BA. Atualmente, atuo como professor de inglês na Escola Municipal Domingos Fernandes da Costa, São João da Barra/RJ - Brasil e no CIEP 058 M. Oscar Cordeiro, Macaé/RJ - Brasil. E-mail: carlosfabiano.teacher@gmail.com.

Referências

ANTUNES, I. Língua, texto e ensino: outra escola possível. São Paulo: Parábola Editorial, 2009.

BLACKMORE, S. The Meme Machine. Oxford: Oxford University Press, 1999.

BLACKMORE, S. The Power of Memes. Scientific American, New York, v. 283, p. 64-73, October, 2000.

CASTELFRANCHI, C. Towards a Cognitive Memetics: Socio-Cognitive Mechanisms for Memes Selection and Spreading. Journal of Memetics – Evolutionary Models of Information Transmission, v.5, p. 1-21, 2001. Disponível em: <http://cfpm.org/jomemit/2001/vol5/castelfranchi_c.html. Acesso em 21/01/2012>. Acesso em: 2012.

CHARAUDEAU, P. Discurso das Mídias. Tradução Angela S. M. Corrêa. 2. ed. 1ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2012.

DAWKINS, R. O Gene Egoísta. Tradução de Rejane Rubino. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

FAIRCLOUGH, N. Language and Power. London: Longman, 2001a.

FAIRCLOUGH, N. Discurso e mudança social. Tradução de Izabel Magalhães. Brasília: Editora UnB, 2001b.

FAIRCLOUGH, N. Analysing Discourse: textual analysis for social research. London: Routledge, 2003.

FARIA, G. A explosão de vozes do jornalismo. Forum Outro Mundo em Debate, São Paulo, junho de 2012, p. 8-10. Comunicação.

FIORIN, J. L. Linguagem e Ideologia. São Paulo: Ática, 1998.

GUNDERS, J.; BROWN, D. The Complete Idiot’s Guide to Memes. New York: Alpha, 2010.

HEYLIGHEN, F. Memetics. In: RECUERO, R. C. Memes em weblogs: proposta de uma taxonomia. Conexões nas Redes Midiáticas. Revista FAMECOS, Porto Alegre, n. 32, p. 23-31, abr. 2007.

LÉVY, P. Cibercultura. Tradução de Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Editora 34, 1999.

ORLANDI, E. P. Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 1998.

RECUERO, R. C. Memes em weblogs: proposta de uma taxonomia. Conexões nas Redes Midiáticas. Revista FAMECOS, Porto Alegre, n. 32, p. 23-31, abr. 2007.

RESENDE, V. M.; RAMALHO, V. Análise de discurso crítica. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2011.

Downloads

Publicado

24-07-2013

Como Citar

SOUZA, C. F. de. Memes: formações discursivas que ecoam no ciberespaço. Revista Vértices, [S. l.], v. 15, n. 1, p. 127–148, 2013. DOI: 10.5935/1809-2667.20130011. Disponível em: https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/1809-2667.20130011. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais