Perspectivas e limites da prevenção do câncer de útero e de mama: a vivência das usuárias do CSU de Guarus, em Campos dos Goytacazes, RJ

  • Viviane Aparecida Siqueira Lopes Universidade Federal Fluminense (UFF), Campos dos Goytacazes/RJ
  • Fernanda Rangel Rego Universidade Federal Fluminense (UFF), Campos dos Goytacazes/RJ
Palavras-chave: Câncer de Útero, Câncer de Mama, Prevenção, Acesso

Resumo

Este artigo analisa os fatores que limitam a realização de consultas ginecológicas e, portanto, a efetivação e a regularidade dos exames referentes à prevenção do câncer de útero e de mama. Para isso, apresenta uma pesquisa quanti-qualitativa, a partir de entrevistas, via aplicação de formulários, com usuárias do serviço de ginecologia do Centro de Saúde de Guarus, no município de Campos dos Goytacazes/RJ, adotando como parâmetros as definições da Política Nacional de Assistência Integral à Saúde da Mulher (PNAISM) e a produção bibliográfica referente. Os resultados indicam que a cobertura de mamografia e de exame Papanicolau anual se mostrou aquém dos parâmetros definidos pela PNAISM e pelo Pacto pela Saúde 2010-2011; e que a realização de consultas ginecológicas e exames encontra limites de ordem socioeconômica, subjetiva, cultural e institucional, com preponderância desta última; diferindo da literatura de referência, na qual os aspectos subjetivo-culturais se destacam como limitadores de acesso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Viviane Aparecida Siqueira Lopes, Universidade Federal Fluminense (UFF), Campos dos Goytacazes/RJ
Mestre em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/FIOCRUZ). Assistente Social; Professora da Universidade Federal Fluminense (UFF) – Campos dos Goytacazes/RJ - Brasil. E-mail: vivianeviviane@uol.com.br. 
Fernanda Rangel Rego, Universidade Federal Fluminense (UFF), Campos dos Goytacazes/RJ
Graduada em Serviço Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF) - Campos dos Goytacazes/RJ - Brasil. E-mail: fernandarego28@hotmail.com.

Referências

ALBUQUERQUE, Kamila Matos de. Cobertura do teste de Papanicolaou e fatores associados à não-realização: um olhar sobre o Programa de Prevenção do Câncer do Colo do Útero em Pernambuco, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, n. 25, p. S301-S309, 2009. Suplemento 2.

BARATA, Rita Barradas. Acesso e uso de Serviços de Saúde: considerações sobre os resultados da Pesquisa de Condições de vida 2006. São Paulo em Perspectiva, São Paulo, v. 22, n. 2, p. 19-29, jul./dez. 2008. Disponível em: <http://www.seade.gov.br/produtos/ spp/v22n02/v22n02_02.pdf>. Acesso em: 5 mar. 2013.

BRASIL. Ministério da Saúde. Controle dos cânceres de colo do útero e da mama. Brasília, DF, 2006. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/controle_cancer_colo_utero_mama.pdf>. Acesso em: 14 dez. 2012.

BRASIL. Política nacional de atenção integral à saúde da mulher: princípios e diretrizes. Brasília, 2004. Disponível em: <http://conselho.saude.gov.br/ultimas_noticias/2007/politica_mulher.pdf>. Acesso em: 5 jan 2013.

BRASIL. Portaria n. 2.669/GM de 03 de novembro de 2009. Pacto pela Saúde para o biênio 2010-2011. Brasília, DF, 2009.

BRASIL. Saúde da mulher: um diálogo aberto e participativo. Brasília, 2010. Disponível em: <http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/saude_da_mulher_um_dialogo_aberto_part.pdf>. Acesso em: 5 jan. 2013.

CARVACHO, Ingrid Espejo et al. Fatores associados ao acesso anterior à gestação a serviços de saúde por adolescentes gestantes. Revista de Saúde Pública, v. 42, n.5, p.886894, 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rsp/v42n5/6062.pdf>. Acesso em: 25 fev. 2013.

FERREIRA, Maria de Lourdes da Silva Marques. Motivos que influenciam a nãorealização do exame de Papanicolaou segundo a percepção de mulheres. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, v. 13, n. 2, p. 378-384, abr./jun. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ean/v13n2/v13n2a20.pdf>. Acesso em: 14 dez. 2012.

FORMIGA FILHO, José Ferreira Nobre. Políticas de Saúde reprodutiva no Brasil: uma análise do PAISM. In: GALVÃO, Loren; DIAZ, Juan (orgs.). Saúde Sexual e reprodutiva no Brasil: dilemas e desafios. São Paulo: Hucitec, 1999.

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER (BRASIL). Falando sobre câncer do colo do útero. Rio de Janeiro, 2002. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/inca/falando_cancer_colo_utero.pdf>. Acesso em: 14 dez. 2012.

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER (BRASIL). Incidência do câncer de mama no Brasil: estimativa 2012. Rio de Janeiro, 2012. Disponível em: <http://www.inca.gov.br/estimativa/2012/index.asp?ID=5>. Acesso em: 10 abr. 2013.

MARTINELLI, Maria Lúcia. O uso de abordagens qualitativas na pesquisa em Serviço Social. In: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATOLICA DE SÃO PAULO. O uso de abordagens qualitativas na pesquisa em Serviço Social: um instigante desafio. São Paulo: PUC SP, 1994.

NISHI, Nelson Teruo. Classificação Papanicolau. Disponível em: http://nidomarter.com.br/papanicolau.htm. Acesso em: 17 fev. 2013.

OSIS, Maria José Martins Duarte. Paism: um marco na abordagem da saúde reprodutiva no Brasil. Caderno de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 14, p.25-32, 1998. Suplemento 1. Disponível em: <http://www.scielosp.org/pdf/csp/v14s1/1337.pdf>. Acesso em: 5 dez. 2012.

PINHO, Adriana de Araújo et al. Cobertura e motivos para a realização ou não do teste de Papanicolaou no Município de São Paulo. Caderno de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 19, p.S303-S313, 2003. Suplemente 2. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/csp/v19s2/a12v19s2.pdf>. Acesso em: 25 jan. 2013.

SILVA, Daniela Wosiack da et al. Cobertura e fatores associados com a realização do exame Papanicolaou em município do Sul do Brasil. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, v. 28, n.1, p. 24-31, 2006.

TRAVASSOS, Cláudia; MARTINS, Mônica. Uma revisão sobre os conceitos de acesso e utilização dos serviços de saúde. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 20, p. S190-S198, 2004. Suplemento 2. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/csp/v20s2/14.pdf>. Acesso em: 24 out. 2014.

TORRES, Maria Eponina de Abreu; RIBEIRO-MIRANDA, Paula; MACHADO, Carla Jorge. “Vai lá, tira a roupa...e...pronto...”: o acesso a consultas ginecológicas em Belo Horizonte, MG. Revista Brasileira de Estudo de População, São Paulo, v. 25, n. 1, p. 49-69, jan./jun. 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbepop/v25n1/v25n1a04.pdf>. Acesso em: 05 jan. 2013.

VIDAL, Dolores Lima da Costa. Demanda reprimida: acesso aos serviços de saúde e serviço social. Revista Serviço Social & Sociedade, São Paulo, ano 29, n. 94, p.132154, jun. 2008.

Publicado
02-02-2015
Como Citar
LOPES, V. A. S.; REGO, F. R. Perspectivas e limites da prevenção do câncer de útero e de mama: a vivência das usuárias do CSU de Guarus, em Campos dos Goytacazes, RJ. Revista Vértices, v. 16, n. 2, p. 7-27, 2 fev. 2015.
Seção
Artigos Originais

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##